domingo, 18 de novembro de 2012

IGREJA SEM PROPÓSITO

 
Por Ricardo L. Ferreira
 
Qual é o propósito da Igreja? Qual o sentido da sua existência? Bem, a Bíblia nos dá alguns dos objetivos pelos quais a Igreja existe.

"... Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas." (Marcos 16.15/NVI)

"Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações..." (Mateus 28.19/NVI)

"... e serão minha testemunhas ... até os confins da terra." (Atos 1.8/NVI)

Esses versículos nos mostram quais são os principais motivos da existência da Igreja: pregar o Evangelho à todos; fazer discípulos, ou seja, discipular, ensinar; e ser, na terra, as testemunhas de Cristo. Com certeza, na Bíblia, temos outros versículos que falam do propósito da Igreja mas, creio que esses resumem bem qual é tal propósito. Agora, em uma breve observação, analisaremos se estamos cumprindo com estes propósitos e é lógico que não será preciso estender-se muito para constatar que, de modo geral, a negativa é verdadeira. Sobre pregar, pelo menos aqui no Brasil, a pregação está em quase todos os lugares como rádio, televisão, internet, etc. Mas, não a pregação do Evangelho genuíno e sim um "pseudoevangelho", focado no materialismo e no egocentrismo. Em relação a discipular, embora o número de evangélicos esteja aumentando segundo dados do IBGE, poucos (muito poucos mesmo) passam por um discipulado pautado nos preceitos bíblicos. Em vez disso a maioria aprende "os 5 passos para não sei o que", ou "tomar posse das bençãos de não sei quem" ou "o segredo para o milagre de sei lá quem" ou "as chaves das portas para alguma coisa" e por aí vai... Finalmente, "ser testemunhas", esse é o mais lastimável de todos. Surgem aos montes toda espécie de escândalos envolvendo evangélicos. Ser evangélico virou sinônimo de "má reputação", se for pastor então... Isso é consequência da falta de uma pregação verdadeiramente bíblica e um discipulado realmente cristão. Os crentes da atualidade conhecem muito bem as palavras: vitória, conquista, prosperidade, benção; entretanto, não estão nem um pouco familiarizados com as palavras: moral, ética e caráter.

Chegamos a conclusão de que hoje existe uma igreja sem propósito; igreja com "i" minúsculo, pois a Igreja, que é o corpo espiritual de Cristo, é predestinada a salvação, segundo o decreto de Deus. Porém, o número de adeptos da igreja sem propósito aumenta vertiginosamente. E se é sem propósito, é ineficaz; e se é ineficaz, então não passa de uma ilusão, e é sim uma ilusão, pois toda ilusão causa uma "satisfação temporária". E o que acontece depois que uma ilusão acaba? Causa frustração ou dependência de uma nova ilusão, e é o que estão gerando, frustrados e dependentes. Milhares de irmãos e até denominações inteiras, precisam rever qual é o seu real propósito como Igreja. Para isso é necessário "pensar", refletir sobre seu sentido de existência, sua responsabilidade perante o Evangelho; o problema é que hoje se tem a impressão de que é proibido pensar.
 

2 comentários:

  1. Sem propósito com Deus, porém altamente respeitosa com o propósito do mundo.
    Abraços,
    Fabio, cristaodebereia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Fábio.
      Infelizmente muitas igrejas estão agindo assim. Mas, que nós possamos agir de forma diferente.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir