segunda-feira, 18 de julho de 2011

Disputa por direitos autorais da música "Noites Traiçoeiras": Nem padre Marcelo nem cantora evangélica Marinalva Santos mas José Carlos Papae

A disputa pela música "Noites Traiçoeiras", que virou sucesso nacional cantada por Padre Marcelo Rossi, ganhou um novo capítulo. De acusadora, a piauiense Marinalva Santos agora deve ser processada pelas informações divulgadas na imprensa piauiense de que seria coautora da canção. Os direitos são reivindicados desde 2006 por José Carlos Papae, em processo que tramita na Justiça do Rio de Janeiro.

Luciana Fernandes, proprietária da editora Prisma, que representa Carlos Papae, explicou ao Cidadeverde.com que Carlos Papae tem um disco de vinil gravado em 1986 como prova de que compôs a canção em 1985. Em entrevista, Marinalva Santos informou ter composto a música em 1999 com Vânia Nunes para o aniversário de um grupo da Igreja Assembléia de Deus Missionária em Uberlândia/MG.

A outra ação tramita na 44ª Vara Cível da Comarca da Capital do Rio de Janeiro. "Já conseguimos receber 50% dos direitos autorais", explica Luciana Fernandes, que aguarda a sentença e a conclusão dos pagamentos.

A assessoria jurídica da Editora Prisma anunciou que irá tomar as medidas judiciais cabíveis contra a compositora piauiense pelas declarações dadas. Além de procurar a imprensa, a empresa que cuida dos direitos autorais de Carlos Papae já enviou um telegrama para Marinalva Santos.

Na semana passada, o pastor Francisco Felipe Cordeiro informou ter apresentado toda a documentação do processo na Associação Brasileira de Música e Artes, que teria dado ganho a causa. Nesta semana, a entidade negou ter tomado qualquer decisão e que tenha sido comunidaca de alguma ação envolvendo a piauiense.

A assessoria jurídica da Associação Brasileira de Música e Artes informou ainda que a entidade não foi comunicada de nenhuma ação envolvendo a piauiense.

Fonte: Fábio Lima no Cidade Verde Via: Libertos do Opressor!

NOTA DESTE BLOG

Esta música foi composta por José Carlos Papae. Ele mora em minha cidade e eu o conheço a muitos anos. Eu me lembro que ele tinha um conjunto musical chamado "Vozes de Sião". O pai do meu concunhado fazia parte desse conjunto. Quando apareceu a Marinalva se dizendo autora desta música eu achei muito estranho, pois o Papae tem realmente um LP que prova que é o autor da música. O erro do Papae foi que na época, se não me engano, ele não registrou a música. Por isso essa confusão até hoje em volta desta canção. Papae é o pai de "Noites Traiçoeira" e agora aparece a Marinalva se dizendo ser a mãe (rs).

Pr. Silas Figueira

4 comentários:

  1. Caro amigo, pastor Silas:

    Venho acompanhando esse imbróglio e publiquei, inclusive, comentários em alguns blogs com as mesmas informações que você acabou de passar. Posso dar até a primeira formação do "Vozes de Sião": Nilton Castilhos, Leandro e Apolinário. Depois veio o Papae.

    Passei os dados para o diretor de o Diário, Wanderley Peres, para que fizesse uma matéria, mostrando o outro lado da moeda. Não sei como está, pois estou fora de Teresópolis até o fim do mês.

    Senti uma "raiva santa", quando vi a cantora reivindicando a autoria, pois conheço "noites traiçoeiras" muito antes da data em que diz ter escrito a canção. Teresópolis toda já a cantava anteriormente a 1999.

    É lamentável que haja esse tipo de má fé. Às vezes pensamos que é só no meio dos "grandes" que isso acontece, mas a "lei de Gerson" é uma praga no Brasil.

    Se puder ajudar e ver aí com o pessoal do Diário como está a matéria, agradeço. Vou acompanhando daqui.

    Diga ao Papae que estou pronto a ajudar no que precisar, inclusive como testemunha.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz Pr. Geremias.
    Essa música tem mais "pai e mãe" que outra coisa. O grupo Vozes de Sião eram inclusive da Igreja de Deus.
    Mandei um e-mail para o Wanderley assim que ele me responder lhe falo.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas Figueira

    ResponderExcluir
  3. Pastor José Henrique da Rosa Silva, a paz do senhor...me coloque em total disponibilidade para ajudar e que necessário for, conheço desde dos meus tempos de criança o grupo vozes de sião, que muito louvarão a Deus na Igreja Assembléia de Deus do Calvário do meu querido Pastor Roberto Pimentel( não sei se ainda vive pois estou fora de Teresópolis ja faz anos), mais conheci o Papae inclusive trabalhei com a sua Esposa, no supermercado Flor da Posse no bairro da Posse em Teresópolis, ou seja tinha dezessete anos na época e ja cantávamos esta canção maravilhosa la em Teresópolis isso se deu por volta dos anos de 1987 para 1988, então não condiz oque esta irma do outro estado esta dizendo....deixo aqui registrado a minha disponibilidade em ajudar bem como minha indignação do querê tira proveito da parte dessa irmã em momentos com este....hoje estou pastoreando uma igreja no estado do Ceará, mais amo minha cidade e ainda como não poderia de ser o antigo grupo vozes de cião da igreja de Deus , a qual foi aonde iniciei o meu seminário teológico no SEID.

    ResponderExcluir
  4. Eu conheço esse grupo há vários anos e bem sei que a música é de autoria do José Carlos.O que passar disso é de procedência malígna.
    E se precisar eu testemunho a favor do verdadeiro autor.

    ResponderExcluir