quarta-feira, 8 de abril de 2009

PODE UM HOMEM DIVORCIADO SER PASTOR?


Não! 10 motivos o impedem!


1. Ele não é exemplo dos fiéis.

Em 1 Tm 4:12, Paulo exorta ao pastor Timóteo para que seja "...o exemplo dos fiéis..." O homem que está no segundo, e em até alguns casos, terceiro ou mais casamentos, não pode ser exemplo dos fiéis, por não ser esta a vontade de Deus para o seu povo: Ele odeia o divórcio (Mal 2:16). Os jovens de tal igreja estariam automaticamente, levantando a possibilidade de o seus futuros casamentos, se não derem certo "como o do pastor", o divórcio seria uma opção e ainda Deus os estaria ainda abençoando após algumas "tribulações..." Desastroso exemplo seria também para os que entrarão ou já estão no ministério pastoral. O cristianismo verdadeiro não segue o lema de "faça o que eu digo mas não faça o que eu faço". Paulo disse "sede meus imitadores como eu sou de Cristo"( 1Cor 3:15). O ministério pastoral não é para qualquer um, mas para os que tem condições morais de dar exemplo ( Heb. 13:7).

2. Ele não é irrepreensível.

Em 1 Tm 3:2 temos as qualificações para o pastor: " Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível..." A palavra traduzida por irrepreensível usada no texto acima é no grego "anepleptos". Ela aparece 3 vezes no Novo Testamento, a saber: 1 Tim 3:2, 5:7 e 6:14. O significado é sempre o de alguém de quem não se pode falar nada contra, sem mancha, sem culpa inacusável. Independente ser ou não o causador do divórcio ( se é que existe tal condição ), o homem que passou por esta experiência não se encaixa nas exigências bíblicas e será usado pelo Diabo para escandalizar e envergonhar o evangelho. Existe "pastor" que se casou em rebeldia contra os conselhos dos pais, de amigos e até de seus pastores atraindo as maldições do Senhor. Tal flagrante violação da vontade de Deus, tornou tal crente o único responsável pela falência do seu próprio casamento, desqualificando-o de uma vez por todas, para o exercício do pastorado.

3. Ele não é marido de uma mulher.

"Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher... " (1Tim 3:2). A expressão "marido de uma mulher" significa muito mais do que o leitor superficial possa imaginar. O ensino é que a mulher com quem o bispo é casado, é a sua primeira e única! Não tem nada a ver com a condenação de relacionamentos simultâneos, o que seria adultério. A condenação da poligamia seria um absurdo tão redundante e flagrante que Paulo não precisaria se referir para uma pessoa especial como o bispo. O que está em jogo é a conduta ilibada e irrepreensível do pastor no seu relacionamento singular com a sua primeira esposa. Veja o verso afim em 1 Tim 5:9. "...e só a que tenha sido mulher de um só marido." É óbvio que a viúva a que Paulo se refere, só poderia receber auxílio da igreja se tivesse vivido com um só homem. Por estar ele morto não haveria outro. Esta é a mesma construção gramatical que se refere a situação do pastor, apenas invertendo-se os substantivos. A ênfase em 1 Tim 3:1 sobre a vida conjugal do pastor é tão flagrante, que a mesma palavra que é usada para expressar a unicidade da mulher da sua vida, é usada também em todas as vezes no Novo Testamento para expressar que marido e mulher se tornam uma só carne. O homem que se divorcia e se casa com outra mulher não reverte o se tornar uma só carne com a primeira, portanto ele não é mais marido de uma só mulher nem na singularidade nem na ordem numeral. Se voltasse para a primeira mulher cessaria o adultério, mas a desqualificação está selada para sempre.

4. Ele não tem autoridade para exortar nem aconselhar.

Certo pastor, que estava no segundo casamento, teve a audácia de, ao pregar numa determinada igreja, mencionar a sua indignação ao se deparar com colegas que estavam no segundo casamento...Tal falta de honestidade e coerência nos faz lembrar a advertência do Mestre que disse "Ou como dirás ao teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho; estando uma trave no teu" ( Mat 7:5 ). O divorciado não pode pregar numa igreja como pastor, muito menos aconselhar os casais crentes sobre família, porque a sua não é mais exemplo. Se tentar aconselhar estará sendo hipócrita, se não aconselhar estará sendo omisso com o ministério mutilado. Não tem jeito, o cristianismo não funciona segundo palavras vazias, mas com exemplo de vida. Mesmo que o homem não tenha se casado novamente, a situação de separação da primeira esposa já o desqualifica para o pastorado.

5. Ele contradiz a própria palavra que prega por exercer, em rebeldia, uma posição para a qual Deus não o permitiu nem o chamou.

Quando o pastor sobe ao púlpito para pregar, ele não pode expressar as suas opiniões. Ele tem que entregar uma mensagem que não é a sua. Ele tem que pregar a Palavra de Deus em obediência a Cristo. Se o pregador está em rebeldia no seu viver, ele está desqualificado para pregar. Suas palavras são vazias e sem unção. Não importa o que a igreja pense, o tamanho da congregação, ou quantas conversões acontecem: o seu líder nessas condições está sem a bênção do Senhor, não importando os "sinais externos": os resultados não autenticam a fonte (1Cor 3:13-15).

6. Ele seria um desastre espiritual a médio e longo prazo para a igreja imatura que o aceitar.

Não se pode colocar o pecado em compartimentos. Quando ele entra na igreja sob a forma de omissão e rebeldia contra a palavra de Deus, qual fermento se espalha para vários outros setores. Com o pecado não se brinca. A tendência do homem é o pecado, principalmente na área de família e sexo. Na igreja isto também se verifica. Se a liderança não tem os padrões de Deus, a degeneração dos crentes é certa. Os líderes cristãos não podem ser egoístas, buscando seus interesses a curto prazo nem status de liderança para encobrir pecados pessoais. Se os padrões são decadentes, pode esperar que os crentes que se desenvolveram dentro do ambiente de tolerância com o pecado serão cada vez mais decadentes, frios e finalmente apóstatas. Veja as advertências do Senhor às 7 igrejas do Apocalipse. A igreja local muito menos ordem de pastores não têm autoridade para aceitar um pastor divorciado. Eles estariam em rebeldia contra a palavra de Deus, independente do número de votos que homologou a aceitação. Os crentes sérios que porventura pertençam a tal igreja deveriam imediatamente se retirar dela, recusando submeter-se a um líder desqualificado e não aprovado por Deus. O voto da maioria nesse caso não opera a vontade de Deus (Ex.23:2).

7. Ele desonra o gesto nobre de ex-pastores que abandonaram o ministério por fracassarem no casamento.

Há diversos casos de pastores que, apesar de terem o chamado de Deus para o ministério, tiveram a dignidade e a nobreza de abandoná-lo após se desqualificarem devido ao divórcio, separação ou conduta. Quando alguém insiste em permanecer no ministério nessas condições está desonrando a Deus e a esses homens dignos que entenderam que não era mais a vontade de Deus a sua liderança sobre o Seu povo. Quando alguém assim permanece no ministério, na verdade está se julgando muito importante e indispensável para o trabalho de Deus (Luc. 17:10).

8. Ele destruiu o modelo de compromisso eterno e indissolúvel entre Cristo e a igreja.

O relacionamento eterno entre Cristo e os salvos, é comparado com o do marido e esposa cujo compromisso não é para ser quebrado (Ef. 5:22-33).

9. Ele não pode celebrar nenhum casamento.

Até que a morte os separe (Rom. 7:2-4, 1Cor 7:39) ? Como pode um pastor proferir os votos conjugais para um casal de noivos , se ele mesmo não cumpriu na sua vida?

10. Ele está contribuindo para a degeneração dos padrões familiares das gerações seguintes.

Se pastores, tendo suas famílias dentro dos padrões bíblicos, já sofrem com a desintegração de várias famílias da membrezia, imagine se do púlpito vem o péssimo exemplo do fracasso conjugal. Nesse caso os fundamentos da família estão abalados para as gerações seguintes (Sal. 11:3).

Conclusão

O divórcio é uma ameaça para a família cristã. As sua conseqüências são devastadoras para a família. Por esse motivo "...o Senhor Deus de Israel diz que aborrece o repúdio..." (Mal 2:16). O homem que foi chamado para anunciar a palavra de Deus como pastor não pode ser divorciado, muito menos casado pela segunda vez. Se alguém está nessa triste situação deve ter a humildade suficiente de abandonar o ministério urgentemente para não causar mais prejuízos ao testemunho do evangelho e procurar exercer os seus dons fora da liderança da igreja, pois o seu chamado acabou tão logo tenha ocorrido a desqualificação. Para os crentes que desfrutam a bênção de ter o seu casamento dentro da vontade de Deus, fica o alerta para, humildemente, reconhecer a graça do Senhor (1Cor. 10:12) e buscar em fervente oração, forças e discernimento para combater as armadilhas do maligno para a destruição da família.

Erwin Lutzer em seu livro: "De pastor para pastor" (Ed. Vida), comenta que "a sexualidade é parte tão íntima de nossa vida, que não podemos falhar sem sentir culpa e vergonha. No adultério, há também os lembretes constantes das consequências do pecado na vida de outras pessoas. Além do mais, o matrimônio é o espelho do relacionamento de Cristo com a igreja. Quando um pastor quebra a aliança do casamento, devemos crer que perdeu seu direito ao púlpito.

O pecado sexual geralmente se faz acompanhar de outros. Ao cometer adultério, uma pessoa quebra pelo menos outros cinco mandamentos. Coloca o desejo pessoal acima de Deus, rouba, cobiça, dá falso testemunho e quebra o mandamento explícito: "Não adulterarás".

Em razão da vergonha decorrente do pecado sexual, há a forte tendência de cometer pecados para encobri-lo. Se alguém tivesse dito ao rei Davi que embebederia um homem e depois o mataria, ele não acreditaria. O pecado sexual, porém, o tornou mentiroso, ladrão e assassino."

Um pastor que cai em adultério pode e deve ser restaurado no Corpo de Cristo, mas não no ministério.

81 comentários:

  1. Shalom!

    1. Amado Pr Silas Alves, parabéns pelas ótimas postagens que tens disponibilizado neste blog. Alguém já disse:

    "A Bíblia é entre os livros, aquilo que Cristo foi entre os homens"

    2. Escrevi um texto, que penso ser de suma importância para todos nós - A Graça de Ofertar - II Co 8. Em tempos de tanta confusão, exploração e mentiras no tocante este tema da contribuição, vale a pena conferir este texto.

    3. Entre também no site:

    www.eulutopelaigreja.com.br - será um grande Congresso que enfocará as diversas facetas da igreja. VAle a pena conferir!

    muito agradecido, Pr Marcello Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Jesus disse se olhares para uma mulher com intenção, já cometeu adultério. Se um pastor olhar para uma mulher tem que abandonar o ministério?

    ResponderExcluir
  3. Luiz, se um pastor cometer adultério através do olhar não deve abandonar o ministério, pois, por mais que não queira pastor também peca com os olhos. Mas se esse pastor vive na prática do adultério com os olhos ele está a um passo para o ato real (veja a história de Davi). Esse pastor deveria com urgência ir para os pés do Senhor e buscar santidade para os seus olhos antes que seus olhares o levem ao adultério real e, a seguir, ser um escândalo na sociedade. O pastor foi chamado para ser o padrão dos fiéis e não viver em adultério, ainda que seja com os olhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que Jesus quis dizer? Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Mateus 5:28

      Muitos ensinam que Jesus disse que so'ao olhar comete adultério. Quem pode julgar se o pastor desejou ou nao? Entao se olhar, nao peca? E' isso que a Biblia diz? Porque muitos ensinam que so' no olhar pecam, pois é o que diz a Biblia? Fiquei confusa.

      Excluir
    2. Graça e paz Suely.
      A Bíblia nos fala que "Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós" (1Jo 1.10), ou seja, todos nós pecamos. Mas Jesus foi enfático em relação ao pecado com os olhos; Ele disse que se teu olho te faz pecar que era para arrancá-lo. Ele deixou bem claro que devemos não nos deixar levar pelos nossos desejos, e, se esses desejos estão nos dominando devemos ser prudentes ao ponto de fazer de tudo para não sermos dominados por ele. No caso do adultério por exemplo, devemos vigiar para não cairmos em tentação. Se os olhos de um pastor estão o tempo todo combiçando outras mulheres esse pastor precisa rever o seu ministério e a sua vida espiritual, pois isso não é normal para ninguém, princialmente para um pastor, principalmente se for casado.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  4. Graça e Paz!
    Estive lendo seu texto, um tanto quanto pesado e restritivo, não acha? Conheço inúmeros pastores não passaram pelo divórcio, mas que em nada são exemplos. São caluniadores, avarentos, hipócritas, maldizentes e outros tantos. Estes podem ser pastores, numa boa? Ah, o problema está no divórcio?
    Então vamos lá...
    Eu fui casado, minha ex-esposa me traiu e, por mais que eu tenha lutado, persistido, orado, ela simplesmente abriu mão do casamento, da família, por causa de uma paixão repentina por outro homem. Eu, livre por causa de seu adultério e pelo divórcio (livre pela lei de Deus e dos homens) contrai novo casamento. E agora, tenho que ficar distante do ministério para o qual Deus me chamou só por causa disso? E meu coração, minha vida de comunhão com Deus, minha busca por santidade, de nada valém? Minha família, minha nova família, é uma aberração diante de Deus? E o perdão de Deus, onde fica neste caso? O sacríficio de Jesus é suficiente somente para os casos de mentira, prostituição (sim, tem muitos pastores se prostituindo, ainda que não com mulheres, mas se prostituindo ao se entregarem aos valores deste mundo e deixarem de lado os valores divinos), arrogância, falsa doutrinas, etc? Opa! Você pode dizer: mas Jesus perdoa sim! Ótimo, bom sinal se você pensa assim. Então, se Jesus Cristo perdoa, o que impede do cidadão ser ministro?
    E o camarada que foi homicida, ladrão, corrupto, ou até mesmo teve diversos outros casamento antes de vir para a igreja, como fica sua situação? Quantos ex-alguma-coisa tem subido aos palcos, ops, púlpitos divulgando seus testemunhos da vida anterior à Jesus, mas que em nada tem de testemunho santo hoje em dia?
    Deus odeia o divórcio, sim eu sei. Mas o divórcio desregrado, anunciado, premeditado, com interesses mundanos. Mas mesmo para estes, se a pessoa se arrepender, Deus tem perdão e salvação.
    Não vamos nos colocar no lugar de Deus, sendo juízes de nossos irmãos. Antes, vamos clamar por sua misericórdia.

    Deus noa abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. q bom q teve a coragem de falar tudo o q presisava ser falado pos tem muitos pastores fasendo orores q nã se deve falar aqui, estaõ com 40 anos de morte desas pobres mulheres,, mortas no casamento ja morto faz tenpo e não qerem interar por motivos variose crenças eradas e eronias, pos, as mulheres mais maltratadas, numa pesqiza feita são as mulheres cristams q vergonha, eu posso falar pos paceie poriço, o negocio e cerio foe Deus sim q me livrou deste oror AMOS C, 3 VERÇO 3 n~~ao pode andar 2 juntos se não tivere em comum acordo SOU A MISSIONARIA MINERVINA PAIVA A 58 ANOS VENDO deus faser coisas q presisa ser santo para crer tenho hoje 74 anos indo onde Deus o manda, vou ps sou apaixonada por Jesus pos ele não nos vr como ver os homes esa e a nossa alegria,, e muita gente com a trave qerendo tirar um arguerro do outro. e tem mais qerendo ser juiz julga preguja q pena o juiz que virá chama-se Jesus de nasare que agora mesmo estar ao lado de Deus adivogando as nossas causas que bom que sabemos disso que tudo se ensera em amar a Deus sobre todas as coisa e ao proximo como a nos mesmo,,, o que posso ver em tudo que vie lie e quese o céu fosse deles nem eles mesmos entrava e isso força fé e amor,,

      Excluir
  5. Oicani, você tem razão em muitas coisas, principalmente no que diz respeito ao mau testemunho de muitos pastores, esses deveriam, ou se afastar do ministério, ou colocar a boca no pó e se arrepender dos seus maus caminhos. Por isso eu lhe aconselho a ler o resumo que no meu blog do livro do pastor Hernandes Dias Lopes que aborda essas questões que você cita, e com relação aos pastores divorciados esses devem abandonar o ministério sim pois deixaram de ser padrão dos fiéis.
    Fique na Paz!
    Pr Silas Figueira.

    ResponderExcluir
  6. Prezado pr. Silas,
    graça e paz!

    Eu expus toda uma situação, inclusive algo que aconteceu comigo mesmo e o sr. simplesmente se apaga a um pequeno fato e não traz respostas ao meu questionamento e pior, faz uma afirmativa sem qualquer embasamento bíblico. E impressão minha ou o sr. fugiu dos questionamentos? Como fica o meu caso, que me divorciei não por vontade própria, mas por adultério? Não diz a Bíblia que a pessoa que sofre adultério está desempedida para contrair novas núpcias? E o perdão pr., como fica a questão do perdão divino? Quer dizer que o cidadão rouba o dinehro dos fiéis, adultera, faz isso e aquilo, se arrepende, Deus o perdoa. Ai ele é padrão para os fieis. Mas o que, reafirmo, se divorcia não por vontade própria, não por "oba-oba", este não é padrão, por mais consagrado e dedicado que seja?

    Me perdoe, não quero criar discussões tolas que não levam a nada, mas o sr. foi vazio em sua resposta.

    Aguardo um novo posicionamento, com base sólida e bíblica, principalmente. Por favor.

    Em Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente o irmão está em maus lençóis. Jesus discutia com os judeus (fariseus, especialmente) a indissolubilidade do casamento (Mateus 19) e não a possibilidade de um novo casamento. Jesus o condena. O texto ao qual o irmão se apega não dá liberdade para um novo casamento, mas para o divórcio. Isto é, nunca deveria haver divórcio, mas a cláusula de exceção - para o divórcio - é a infidelidade de um dos cônjuges. Não existe exceção para novo casamento. Leia, por favor: "E ele lhes disse: Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela. E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera." (Marcos 10:11-12). Leia também, Lucas 16.18; I cor. 7.18 (quando Paulo, cheio do Espírito Santo, fala sobre casamento de virgens, o que não é o seu caso). Você percebeu que Marcos e Lucas não inserem a cláusula de exceção (adultério)? É porque existe clara proibição de Deus para o novo casamento. Repito: existe - por causa da dureza do nosso coração - a possibilidade de divórcio, não de novo casamento, ou não seria isso que Jesus estaria afirmando em Mateus 19.12c? "e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o." (Mateus 19.12). Se sua vida terrena, com esposa bonita e carinhosa, é mais importante que sua vida celestial, então continue. Mas o conselho de Deus é que fiquemos sem casar para nos dedicarmos a Deus e ao Seu Reino: "E bem quisera eu que estivésseis sem cuidado. O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor;" (I Cor 7.32). Pense nisso e que Deus o ajude... Edmar Xavier de Souza, pastor.

      Excluir
  7. Oicani querido, não podemos relativizar o evangelho de Jesus Cristo, o fato de ter acontecido a você não altera o que a Bíblia diz em I Timóteo 3:1-7, o perdão está inclusive para você para com sua esposa que o traiu, o fato de se divorciar, não está intimamente ligado ao fato de se casar novamente, por que para pastorear deve casar-se de novo? O próprio apóstolo Paulo recomenda que nem se casem quem almeja o ministério, visto problemas como estes onde vítimas não podem responder pelo ato de quem cometeu a atitude, mas nem por isto estão isentos das conseqüências. Se este assunto mexeu tanto com você, eu, sinceramente, sinto muito, mas não mudo minha postura bíblica, mas me solidarizo com você e sei que não deve ser uma situação fácil, mas Cristo tem poder para honrar os que honram sua Palavra. Estarei orando por você e espero que você por mim, pois o que está de pé cuide para que não caia.
    Pr Silas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua postura não é bíblica é teológica fundamentalista baseada em tradição evangélica.
      Se você olhar o espirito da escritura verá que não há o menor resquício de Bíblia no que está falando.
      Moises autorizou o divórcio, os fariseus ensinavam sobre o divórcio e Moises autorizou pela dureza do coração do Homem, ora se uma pessoa não é dura de coração e quer manter o casamento mas seu parceiro é duro de coração e quer se divorciar o que há de ser feito. Deus não é injusto. Não faz acepção de pessoas. E ser exemplo para a Igreja não é nunca ter sido divorciado ou viuvo. Alguns argumentam sem lógica que o Pr. deveria ser marido de uma só mulher e que se divorciando seria de duas etc isso é ridículo pois a lei brasileira não permite e outra coisa Paulo aconselhou as viuvas jovens que se casassem o que era comum. A única razão de Deus odiar o divórcio é a proteção da Família e não do ministério. Mas se essa família é mais destruída pelo casamento que pelo divórcio então é melhor divorciar. A Bíblia afirma inclusive que o próprio Deus deus carta de divórcio a Israel devido a seus adultérios e devido a sua falta de fé elegeu a Igreja como nova esposa da qual fazem parte os judeus crentes. Agora se vamos dizer que um divorciado que lutou por seu casamento, permaneceu em castidade e é fiel ao seu segundo casamento não é exemplo moral. Então quem tem filho doente não pode exercer o ministério pois não é exemplo de fé. Quem não tem nível superior não pode pois não é exemplo de estudioso e por aí vai por isso digo vc não tem posição bíblica e sim religiosa e teológica, sem razão, misericórdia, justiça e fé do tipo que acha que Deus não tem poder e liberdade para Ele mesmo escolher uns para Apóstolos, Profetas, Evangelistas, Pastores e Mestres e "quem és tu que julga o servo alheio, para o Senhor ele está de pé ou cai?" Mas sua mente está empedernida e seu coração frio e por isso você apenas enxerga a letra que mata. Mata sonhos e ministérios mas não vê o Espirito e a graça que vivificam e restauram.

      Excluir
    2. Missionário Reinaldo, creio que texto sem contexto é pretexto para heresia e, muitas vezes, por preguiça de estudar as Escrituras. Jesus falou que Moisés deu carta de divércio por causa da dureza de coração, mas não foi isso que o Senhor estabeleceu desde o orincípio. Aliás, Deus ABOMINA o divórcio (Ml 2.13-16).
      Preste atenção no que você disse: "A única razão de Deus odiar o divórcio é a proteção da Família e não do ministério". Então eu lhe pergunto: Qual é a base do ministério? Não é a família? "Se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?" (1Tm 3.5). Eu não estou vendo a letra que mata, mas estou vedo a teologia que molda o carárter. Você a conhece?
      Missionário, pela sua postura vejo que você já deve estar no segundo casamento provavelmente. E deve ser de igreja pentecostal que dá valor aos dons espirituais e não liga em estudar a Palavra.

      Excluir
    3. Concordo plenamente com o pastor Silas sobre o assunto em pauta,PODE UM HOMEM DIVORCIADO SER PASTOR? Mas, ao dizer que as igrejas pentencostais dão valor aos dons espirituais em detrimento ao estudo da Palavra é um preconceito e julgamento sem conhecimento de causa. Temos faculdades teologicas, temos doutores e mestres, milhares de livros doutrinários escritos, mais 15 milhões de alunos nas EBDs e se isso não é suficiente para "estudar a Palavra", como tu dizes, me digas o que é então?

      Excluir
    4. Graça e paz EBD.
      Eu disse para esse missionário que ele deve frequentar uma igreja pentecostal que não valoriza o estudo teológico, eu não generalizei. Eu sei que existem excelentes seminários da Assembleia de Deus, inclusive em minha cidade há um bom seminário que fui convidado a lecionar nele.
      Mas uma vez eu quero reafirmar a minha colocação: eu creio que esse missionário, ou a sua igreja, não estudam a Palavra de Deus e vivem de achismos e de revelação.
      Se me expressei mal me perdoe.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  8. oi pr. silas vejo que o senhor quer ser juiz de todo jeito deixe isto para Deus resolver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.
      E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo.
      Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.
      Porque eu não tenho falado de mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar.
      Joao 12 v apartir 46 Jesus falou pode o ceu e a terra passar mais a minha palavra nao passara.

      Excluir
  9. Germano, eu não quero ser juíz e nem pretendo ser, mas a Bíblia é a nossa regra de fé e prática, ela é quem julga a mim e a você.
    Fique na Paz!
    Pr Silas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente não dou muita atenção a esse tipo de comentário preconceituoso contra os pentecostais, mas visto que vem de um pastor preconceituoso quero informar em primeiro lugar que você não sabe nada da minha vida pessoal, não sou casado pela segunda vez e não foi a Bíblia que me julgou foi você. Em segundo lugar não sou preguiçoso em estudar a Palavra e por isso discordo de você pois o texto que diz "marido de uma só mulher" tem no mínimo 3 interpretações possíveis. 1) Aquele que não tem duas ou três mulheres situação comum entre ricos gentios da época 2) Aquele que é fiel a sua mulher ATUAL e que não pratica nenhum ato pecaminoso 3) Aquele que nunca teve outra mulher apenas aquela mulher. Rejeito a 3ª opção pois ela excluiria os viúvos do ministério visto que mesmo que a Bíblia permita o casamento de viúvos, se a terceira opção está correta o ministro deixaria de ser marido de uma só mulher. Isso é claro! E por isso descarto a terceira opção. Já a primeira e a segunda opção fazem sentido eu acredito nas duas, neste caso mesmo após divórcio e novo casamento a parte inocente do divórcio poderá desenvolver tranquilamente sua vida ministerial. Agora pecado é seu preconceito contra o grupo evangélico formado pelos pentecostais, os pentecostais principalmente as Assembléias de Deus do Brasil da qual faço parte tem a maior escola teológica gratuita da América Latina a EBD. Eu sou Bacharel em Teologia e pretendo começar um Mestrado no ano que vem, mas tenho de estudar um pouco mais... Só no primeiro ano de minha conversão lí o Novo testamento 27 vezes corridamente e o Antigo Testamento 4 vezes, e porções das escrituras centenas de vezes, após 20 anos seguramente já lí o Novo Testamento mais de 120 vezes e o antigo mais umas 3 ou 4 vezes, para mim isso não é preguiça, mas você julga a mim e aos pentecostais, por que? Porque discordo de você. Você diz que o que digo é heresia. Por que? Porque é diferente do que você diz. Acontece que eu dou bastante valor a Palavra de Deus e amo as pessoas. Por isso não me contento apenas com as interpretações de "viseira de burro" que servem apenas para escravizar as pessoas. Muitos pastores dizem que divorciados não podem ser pastores porque tem medo da CONCORRÊNCIA MINISTERIAL, de perder seu ganha pão para outro, isso é uma verdade, dói mas é verdade. A minha Bíblia diz que Deus perdoa e isso desde o Princípio. Adão pecou foi perdoado e cumpriu o ministério de povoar a Terra, Jacó pecou, mas não perdeu o seu chamado, Sanção pecou, mas teve de volta a unção da força para destruir os filisteus, Davi adulterou e assassinou e pela Lei deveria morrer, mas Deus o perdoou e ele continuou reinando, Pedro negou a Cristo, mas nem por isso deixou de ser apóstolo. O divórcio não é vontade de Deus, mas quando não é possível a reconciliação devido a dureza do coração de um deles, o outro é livre, pois Deus não nos chamou para a escravidão e nem para o sofrimento, isso é coisa de uma religião morta e fria, que esqueceu o que significa "misericórdia quero e não sacrifícios".

      Excluir
  10. Gosto muito deste blog e sempre encontro matérias edificantes, entretanto, faço alguns comentários:
    a) Sr. na qualidade de Bereano deveria ao menos admitir que o texto expressa no máximo a impossibilidade para polígamos e/ou adúlteros. Para além disso, o sr. deveria expressar de forma aprofundada seu ponto de vista sobre Mateus 19, malaquias 2 e Deuteronômio 24, etc. De resto, vejo apenas discernimentos não específicos quanto ao assunto em questão.
    b) Quanto às respostas aos comentários: a Bíblia não julga nínguem... Onde o sr. viu isto ? O Verbo encarnou em Jesus, não na Bíblia. É o verbo encarnado, não encadernado. A Bíblia não é Deus. A única justiça proveniente da letra é a própria, como a que expressou.
    c) Fé é dom, dádiva... A Bíblia ensina como ter fé ? Ou só dá testemunhos de fé ?
    d) Quanto à prática, concordo que a Bíblia, quando lida segundo o Espírito de Jesus, é exemplo de prática, visto que é testemundo em fé.
    Segundo sua forma de discenir (irrepreensível, etc..), frente a Paulo, Pedro não poderia ser ministro de nada... Ou ele não era coluna ?
    Quando nos acontece algo sob condições que não podemos inferir, pedimos desculpa, não perdão...
    Agora, que é um bom conselho isso lá é... pena que não é um mandamento, apenas convém.

    ResponderExcluir
  11. Graça e paz Oaalves.
    Muitas pessoas querem ser pastor, mas não querem se enquadrar nas qualidades de um pastor.

    Pastor precisa ter uma vida exemplar, a começar dentro de sua casa, pelo menos é o que a Bíblia fala.

    Ser pastor é assumir uma função muito pesada no sentido de ser exemplo dos fiéis. É muito fácil ser pastor segundo os ditames humanos, mas a pessoa que foi comissionada por Deus tem que ser exemplo.

    Você falou que Jesus não é a Bíblia, mas a Bíblia é a revelação da vontade de Deus para nós. Para que a vontade de Deus fosse conhecida foi necessário registrá-la e a Bíblia é o registro da vontade de Deus para nós.

    Você, por exemplo, pela forma que escreveu deve estar em adultério, ou adulterou e não quer largar o púlpito de sua igreja, ou quem sabe está em processo de separação e não quer deixar o ministério. Deveria, afinal de contas o que a Bíblia fala deve ser seguido.

    Fique na Paz!
    Pr Silas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com o irmão em gênero, número e grau. Falta discernimento e conhecimento bíblicos. Desde que Elias zombava dos profetas de Baal e Aserá, não vejo porque ficar nessa conversa fiada politicamente correta de que não se pode criticar igrejas chamadas evangélicas que não baseiam seu culto racionalmente, mas emocionalmente. Sei que muitos colegas de ministério (sou pastor, também) sofrem porque foram abandonados e traídos, mas é preferível sofrer por isso a sofrer eternamente por causa de supostos anos de felicidade - em adultério continuado que é o novo casamento. Eu digo lá na Igreja: "É melhor sofrer para não pecar do que sofrer por causa do pecado!" Deus abençoe o irmão e continue com sua coragem!

      Excluir
  12. Gostaria de observar não só a questão de ser separado, mas ambém as outras condições que devem ser consideradas....

    Tito Capítulo 1
    6 Aquele que for "IRREPREENSÍVEL", "marido de uma mulher", "que tenha filhos fiéis", "que não possam ser acusados de dissolução" "nem são desobedientes".
    7 Porque convém que o bispo seja "IRREPREENSÍVEL", como "despenseiro da casa de Deus", "não soberbo", "nem iracundo", "nem dado ao vinho", "nem espancador", "nem cobiçoso de torpe ganância";
    8 Mas "dado à hospitalidade", "amigo do bem", "moderado", "justo", "santo", "temperante";
    9 "Retendo firme a fiel palavra", que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar "com a sã doutrina", "como para convencer os contradizentes".
    10 Porque há muitos desordenados, faladores, vãos e enganadores,

    ResponderExcluir
  13. Nossa, como tem pastores hipócritas! Um homem que quer levar a palavra de Deus tem que casar de qualquer maneira talvez com a primeira que surgir. Não importa se ele a ama ou não, e nem a compatibilidade sexual é contada nessa situação. E não venha me dizer que Deus faz ser compatível ou que ele faz com que as pessoas se amem do nada. Isso não existe. Deus nos deu o livre arbítrio e podemos escolher a pessoa com quem vamos viver o resto da vida, nem que isso leve mais da metade da vida. Deus não faz o que a gente pode fazer. Se relacionar com consciência. Eu entendo a situação do Oicane e o que ele quer dizer.
    Deus é amor. Jesus veio à terra para nos mostrar isso e também para nos esclarecer os ensinamentos de Deus. Infelizmente a bíblia ainda é muito mal interpretada, principalmente pelos próprios ministros das igrejas. Não sei se voceis levam tanto ao pé da letra tudo o que está escrito na bíblia por que lhes convém ou por que são realmente ignorantes. A igreja protestante hoje em dia não diferencia muito da igreja Católica. As vezes parece que a luta de Martin Lutero foi em vã. Pois com o casamento "mal sucedido ou não" a igreja pode controlar a família. Como a igreja Católica. As pessoas não querem viver em adultério, todo mundo busca um amor verdadeiro e a felicidade, e para isso a gente precisa conhecer gente. Mas a igreja como sempre quer controlar isso. Outro absurdo é as pessoas terem que se casar virgem. Não sei porque a igreja coloca tanto taboo quando se fala de sexo. Sexo para a igreja é pior que um homicídio. Não esquecendo que foi Deus que nos vez assim. Com a capacidade para sentir prazer na hora do sexo. Como uma pessoa vai ter prazer no sexo se a pessoa com quem se casou foi imposta pela igreja? ( imposta sim, porque quando a gente fica com alguém os pastores logo dizem que tem que se casar, um absurdo!) Isso quer dizer que ou você é obrigado a conter seus hormônios e ficar virgem até os 30 anos ou você se casa muito novo, sem experiência nenhuma de sentimento e/ou relacionamento. Conclusão: as pessoas se divorciam por culpa da igreja. Essa é a verdade. Você que é pastor e sofre como o Oicani ( uma pessoa que ama a Deus e sente vontade de expalhar esse amor às pessoas necessitadas, mas que a igreja o condena) não perca as esperanças. Confia em Deus e não nos homens. Ele sabe do seu coração. E ninguém pode te julgar. Deus não quer que você sofra ou se sacrifique por causa Dele. Por isso Ele enviou Jesus para nos livrar de todo sacrifício e pecado. Deus quer que sejamos felizes, ele nos dá possibilidades para isso. Basta nós mesmos irmos em busca do nosso amor verdadeiro aqui na terra. Somos carnes e devemos respeitar a natureza do homem. A resposta está em seu coração e não no que o pastor ou o ministro, o reverendo diz que a bíblia diz ( lembrando, a bíblia foi escrita há muitos anos atrás de acordo com a cultura daquela região (oriente médio ), a essência do amor de Deus não muda, mas os custumes sim ). Acredito que um dia todo esse mal entedido da igreja que faz seus fiéis sofrerem, um dia vai terminar. A pior parte é daqueles que fazem as pessoas sofrerem em nome Deus. Não quero nem pensar...
    Agora Jesus tb pode ter tido uma namorada. Se ele era um homem maduro, de carne como nós, inteligente e carinhoso, me diz que mulher não se apaixonaria por ele. E ele sendo de carne como nós, por que não ter um relacionamento com alguém? Os hipócritas pastores devem estar pensando " Jesus era livre de todo pecado, ele era um santo" e eu os pergunto: "Quem te falou que sexo é pecado?" Acorda gente. Isso precisa mudar. Vocêis precisam conhecer o verdadeiro amor de Deus, assim vocêis pastores "certinhos e exemplares" que nunca vão se divorciar não vão mais trair suas esposas. Isso sim é pecado.
    Bem espero que eu tenha trazido alguma coisa de bom aqui. Apesar de toda hipocrisia da igreja, agradeço a oportunidade de me expressar.

    ResponderExcluir
  14. Ondina minha querida, pelo que você escreveu nota-se que você não entende nada do que é ser um cristão, ao ponto de insinuar que Jesus vivia na prática sexual com a "namorada". E olha que ele nunca teve namorada. Você falou muito e só falou besteira. Tanto que você disse que a Bíblia foi escrita para o povo do Oriente Médio e só para aquela época. Minha querida, a Bíblia é a Palavra de Deus e ela é para todos os povos e não para uma cultura. Outra coisa, ela é inspirada por Deus e pelo que me consta Deus não está preso ao tempo e nem ao espaço. A Bíblia nos diz que para Deus um dia é como mil anos e mil anos é como um dia, ou seja, para Deus não existe essa questão de tempo como nós o contamos. A Bíblia é para ser usada e aplicada a vida em todo o tempo, pois ela não é um livro preso a cultura ela é a Palavra de Deus e precisa ser seguida em todo o tempo e em todos os lugares, não só no Oriente Médio.
    Você deveria entender que você e quem quer que for podem se casar quantas vezes quiserem, mas dizer que a Bíblia apóia isso você é completamente analfabeta em relação ao que a Bíblia diz, você e os outros que questionam o que ela fala. Deus é amor, mas não é libertino como vocês querem que Ele seja.
    Você quer viver na prática do pecado, vá viver, mas me dizer que o que a Bíblia condena e que nós pastores também condenamos é má interpretação nisso você está redondamente enganada.
    Vá se converter, vá ter uma experiência genuína com Deus que é santo e depois você retorna aqui e me diga que Deus está enganado no que condena em sua palavra.
    Pr. Silas

    ResponderExcluir
  15. Pr. Silas,obrigada, você acabou de confirmar meu ponto de vista quanto a interpretação da Bíblia. Desculpe-me, mas realmente quem não entendeu nada aqui foi você. Você deve estar mesmo é com problemas de interpretação de texto. Eu nunca falei que a bíblia condena alguma coisa ou o que a bíblia fala é questionável. Nunca falei que a Bíblia foi escrita somente para aquela época ou lugar. Se vc não consegue entender o que eu, uma simples pessoa escreveu, como você quer entender a Bíblia? Olhe a sua volta e veja que somos formados tb de história e ciência. Talvez se você estudar um pouquinho dessas matérias, verás que a Bíblia é um livro complexo e que devemos ter muito cuidado com sua interpretação. E como você pode afirmar que Jesus nunca teve namorada? Isso é o que eu falo, vocêis costumam dizer coisas do nada. Quando falei de Jesus ter uma namorada, foi só um pensamento lógico de um fato que pode ter ocorrido ou não. Ah! experiência com Deus eu tenho todos os dias. Existe experiência com Deus que não seja genuína? Bem, fico feliz que você leu meu comentário. E que talvez eu tenha te deixado irado, pois sei que você pode amadurecer suas idéias me contradizendo, sé é que vc me entende. Que Deus ilumine e abençõe você e sua família.

    ResponderExcluir
  16. Ondina, se eu não entendi o que você falou é porque o que você falou não tem coerência com o que pensou ter falado.
    Vejamos alguns pontos do que você falou:

    Primeiro – se alguém deseja levar a Palavra de Deus para alguém não tem que ser casado e nem tem que se casar com a primeira pessoa que surgir. Como você é uma pessoa que certamente conhece a Bíblia, pois para questionar o que os pastores pregam e ensinam você deve ser uma teóloga, ou no mínimo uma pessoa que freqüenta assiduamente a EBD. Você deve saber que Jesus falou que existem pessoas que se faziam de eunucos, ou seja, não queriam se relacionar com mulheres, e nem por isso eram homossexuais. O próprio apóstolo Paulo nos diz que, bom seria que os homens não se casassem para estarem livres para pregarem a Palavra de Deus, mas caso vivessem abrasados, ou seja, com desejo sexual então que se casassem, pois era melhor se casar do que viver abrasado. Entenda bem o que Paulo ensinou. Ele disse que era para se casar e não viver na prática sexual com as mulheres até encontrar o seu par perfeito.

    Segundo - a Bíblia em 1Tm 3 nos diz que o pastor deveria ser casado e esposo de uma só mulher e deveria administrar bem o seu lar tendo os filhos como exemplo, pois se ele não sabe administrar a própria casa como iria administrar a Casa de Deus? O texto é muito claro. Eu não sei qual tem sido a dificuldade que as pessoas estão encontrando em ler e entender o que está escrito? Um pastor pode se divorciar quantas vezes quiser, ele não pode é ficar a frente da igreja pastoreando, pois ele perdeu a referencia, deixou de ser o padrão dos fiéis. Ele continua sendo um crente em Jesus, mas daí continuar em púlpito pregando isso a Bíblia condena. O que está acontecendo é que muitos pastores pensam que são pessoas comuns entre os membros da igreja. Ele é a referencia de muitas pessoas e para isso que o Senhor o colocou ali. Mas no momento em que ele se afasta do que Deus determinou, ele tem por abrigação deixar o ministério.

    Terceiro – você falou que os pastores obrigam as pessoas se casarem. Eu não obrigo ninguém a se casar. Agora viver na prática do sexo fora do casamento a Bíblia condena e chama isso de prostituição. Agora, se você quer viver na prática da prostituição até encontrar o parceiro ideal que a satisfaça isso é um problema seu. Ainda mais que casamento não é só sexo, casamento envolve companheirismo, amor ágape, fidelidade, cuidado (Ef 5.22-33). Você disse que acha um absurdo se casar virgem, minha querida o corpo é seu, dê para quem você quiser, fique a vontade. Só não diga que a Bíblia diz que isso é certo, pois não é. A Bíblia diz que somos santos e como tais, devemos ter uma vida separada do que não é conveniente para um crente em Jesus. Leia 1Co 6.12-20.

    Quarta coisa – você disse que as pessoas se divorciam por causa da igreja, como se a igreja estive forçando as pessoas a se casarem. Ninguém é obrigado a se casar com o primeiro que aparece, mas é necessário ter certeza de que a pessoa com quem está se casando é a pessoa certa. Por isso existe o período do namoro e do noivado para se conhecerem. E não deixar de orar pedindo a Deus orientação em relação mà pessoa que está se envolvendo. Acontece é que muitos se casam no auge da paixão e quando a paixão passa descobre que não era bem aquela pessoa que ela queria se casar. Daí os problema formado.

    Ondina creio que não interpretei errado o que você falou, você é que não ouviu o que gostaria de ouvir.

    Pr. Silas

    ResponderExcluir
  17. GOSTARIA DE SABER SE ESSA MESMA DOSAGEM APLICADA AOS PASTORES DIVORCIADOS E CASADOS PELA SEGUNDA VEZ. É TAMBÉM APLICADA AOS DEMAIS MEMBROS DIVORCIADOS E CASADOS PELA SEGUNDA VEZ OS MESMOS PRINCÍPIOS BÍBLICOS?
    Meu e-mail é: roberto.mudancas@hotmail.com
    AGUARDO RESPOSTAS.

    ResponderExcluir
  18. Pr. li seus comentários a respeito da matéria e das pessoas em pecado. Quero expressar minha opinião da seguinte forma:O senhor está totalmenta correto tendo em Vista está amparado pelas escrituras e mais geralmente pessoas em pecado não aceitam as exortações biblícas.
    Ir Alexandre Igreja Batista Fundamentalista em Nova Cruz/RN. hajalexandre@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  19. A paz do Senhor a todos !
    Gostaria de expressar a minha opinião sobre esse assunto também, em Mateus 19:7 diz: Disseram-lhe eles: Então porque mandou Moisés dar-lhe carta de divórcio, e repudiá-la ? 8: Disse-lhes ele: Moisés por causa da dureza dos vossos corações vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas no principio não foi assim.
    Como que um homem com a dureza de coração poderá ser pastor ? como que uma pessoa que já passou por uma situação de separação e divórcio poderá aconselhar um casal que estiver passando por um problema semelhante ao do pastor ? Qual será o conselho que ele dirá ao casal ? "então vocês se divorciem, que eu também sou um divorciado !" Um homem divorciado, não precisa necessariamente ser um pastor, ele tem que saber que na bíblia sagrada existem regras também, e se o homem já era pastor e se divorciou exercendo o seu ministério de pastor, aí fica pior ainda. Não estamos julgando o fato de o pastor ser divorciado, porque sabemos que talvês a mulher que errou como disse um de nossos amigos anteriormente, mas não concordamos do simples fato de pastores que imediatamente querem se casar novamente, o divórcio até que é licito, se for por adultério ou prostituição, mas o que não é aceito é o pastor querer se casar novamente e continuar a subir no altar, onde o pastor tem que um exemplo para os membros da igreja e para própria sociedade. Um grande abraço, a paz do Senhor Jesus !

    ResponderExcluir
  20. Graça e paz Pr. Luis Antônio,
    obrigado pela visita e pelo comentário.
    Infelizmente muitos pastores tem se divorciado e permanecido no ministério, pois pensam que o Senhor não exigise dos seus ministros uma vida exemplar. Por isso que tantos tem levado uma vida de pecado, pois perderam o temor e veêm o ministério como um emprego qualquer.
    Que o nosso Deus nos ajude a não cairmos nesse pecado.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido irmão. O problema é ainda pior. Nossos colegas estão em perigo e não se apercebem desse fato. É uma pena! Quem está nessa situação, sendo pastor ou não, está sob juízo de Deus, vão ficar fora do Lar Celestial. Na verdade, homens como o irmão estão interessados em ajudar tais pessoas e não em julgá-las, pois "a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia." (João 12.48).

      Excluir
  21. É muito interessante este assunto abordado, Pr. Silas!
    Tenho chamado para ser Pastor e esta é uma vontade que arde em meu coração! O problema é que meu casamento está mais pra lá do que pra cá... Só não acabou ainda porque tenho me esforçado para que isso não aconteça, porém se dependesse da minha mulher já tinha acabado, tanto que ela fica procurando ocasião para entrarmos em conflito e eu não dou lugar a carne para brigarmos. Ainda estamos casados e o que tem me feito lutar a favor deste casamento é meu chamado, mas sendo sincero, por causa dos constantes conflitos que minha esposa tem tentado frustadamente começar sem motivos, no meu coração já não desejo mais estar casado com ela e estou por que tenho convicção que Deus me chamou para ser Pastor. Como fica esta situação?

    A Paz...

    ResponderExcluir
  22. Graça e paz Weverton,
    eu durante dez longos anos passei momentos terríveis em meu casamento. Durante dez anos eu lutei e orei por ele e não foi nada fácil. Heje, pela misericórdia de Deus, nosso casamento está uma bênção, pois Deus o restaurou por completo. Eu recebi um convite para pastorear uma igreja no período em que meu casamento estava em crise e eu recusei, pois eu fiz um propósito com Deus de que eu só iria pastorear uma igreja no dia em que Ele restaurasse o meu casamento, pois se eu me divorciasse eu iria desistir do ministério. Como eu poderia aconselhar alguém em crise no casamento se o meu estava destruído? E outro detalhe, eu não me enquadraria nas exigências bíblicas para um pastor. Então eu lhe aconselho a orar e orar, pois se Deus tem para você o ministério da Palavra Ele irá restaurar o seu casamento. Outro conselho, leia tudo o que puder sobre o relacionamento do marido para com a esposa, procure ser o marido que a Bíblia descreve e o extraordinário irá acontecer em seu casamento. Converse com o seu pastor também.
    Deus é poderoso para fazer o impossível em nossas vidas, pois Ele fez no meu casamento.
    No dia onze de janeiro faço vinte cinco anos de casado.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas

    ResponderExcluir
  23. Queridos! Gostaria de fazer a seguinte pergunta: Vocês acreditam que quando morrerem, como cristãos que somos, encontraremos Daví nos céus? E Salomão? Foram homens, segundo o coração de Deus, mas que, caíram...
    O fato de ser um Ministro, Um Pastor, Um Bispo, ou qualquer nome que queira dar para quem lidera um povo, não o "isola" de estar no mundo, como o Senhor Jesus Pediu: "Não quero que os tire do mundo, mas que os livre do Mal". Devemos ter o cuidado de, como Ministros, não caírmos, mas se isso acontecer, temos a possibilidade do perdão, do próprio Deus, tendo Jesus como nosso advogado.
    O que importa, é termos a vida de Cristo sendo refletida através de nossas vidas e, deixarmo-nos ser usados por Deus.
    O Apóstolo Paulo diz: "examine-se cada um a sí mesmo". Se você esta sendo usado por Deus e sendo ousado por Ele, não pare! Pois não é você que viva, mas Cristo vive em ti.
    Quem sou eu para julgar? existe um que, tem a autoridade para julgar e esse se chama DIABO, por isso, cuidado, pois podemos estar vendo o graveto no olho do irmão e não vendo a arvore no meu.

    Pr. Robinson Luis de ARaujo - Comunidade Evangélica VIDA PLENA - Aquidauana/MS. Casado com Chris a 12 anos e pai de duas lindas filhas.

    ResponderExcluir
  24. Graça e paz Pr. Robson,
    me responda uma pergunta: "se o senhor resolver se divorciar o irmão acha correto permanecer no ministério?" Como fica o que a Bíblia nos fala em I Tm 3.1-7, é só para inglês ver? Outra coisa, nós estamos falando sobre permanecer no ministério e não sobre salvação, por isso vamos encontrar Davi, Salomão e muitos outros nos céus apesar dos seus pecados. Mas a bíblia também nos fala, já que o irmão citou personagens no AT como exemplo de adúlteros, eu então gostaria de citar o que nos fala em Ez 44.10,11 quando nos diz que os levitas que pecavam não deixavam de ser sacerdotes, mas só serviam no templo como porteiros, e o que temos visto por aí é muito pastor que não quer deixar o púlpito para ser porteiro.
    A Bíblia nos diz que o pastor tem que ser marido de uma só mulher, divorciado não deve em hipótese alguma permanecer no ministério.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas, casa há vinte e cinco anos com a mesma mulher.

    ResponderExcluir
  25. eu concordo com o pastor silas, manter um casamento e uma luta mas deus poderestaurar, pois houve momento na minha vida que eu queria era sumir de casa, longe do meu marido, percebi que isso tinha haver tambem com tpm, e agora procuro evitar discussoees qundo estou na tpm, pois com certeza vou falar coisas que fere muito na alma e ficar de tao nervosa que vou parecer uma louca. quando passa a tpm, tenho maior amor e satisfação de ter o meu esposo ao lado e para gloria de
    deus ele restaura, teno 19 anos de casada, mas e como se fosse 1 ano. espero ter ajudaddo

    ResponderExcluir
  26. CAROS IRMAOS; NO REINO DE JESUS NÃO EXISTE DIVÓRCIO, EM MT 19 JESUS DA DUAS RESPOSTA AOS FARISEUS QUE QUERIAM TESTA-LO(O QUE DEUS UNIU NÃO SEPARE O HOMEM!).....MOISES PERMITIU NO CASO DE FORNICAÇAO, A MULHER ENGANANDO O HOMEM. O CASAMENTO SO PODE SER DISFEITO NO CASO DE RELAÇAO ILICITA (IRMÃO COM IRMÃO,DIVORCIADO...)SSQUEM TEM O CORAÇAO DURO, ESTÁ NO REINO DE DEUS? LEIA MARCOS 10.11,12 E 1CO 7.10,11. A ÚNICA CONDIÇÃO DE SEPARAÇÃO É COM A MORTE(1 CO 7.39.JESUS DISSE: AQUELE QUE ME AMA É OBDIENTE AS MINHAS PALAVRAS, NÃO CUIDEIS QUE VIR TRAZER PAZ E SIM ESPADA!(JUSTIÇA). DEUS TRAZ A EXISTENCIA COISAS QUE NÃO EXISTEM, SERÁ QUE NÃO PODE RESTAURAR UM CASAMENTO? OBEDECER É MELHOR DO QUE SACRIFICAR!PAZ DE CRISTO

    ResponderExcluir
  27. Não sou pastor, amo e adoro os ensinamentos da fé e acredito que o padre dirigente da igreja católica, segue os passos de Jesus Cristo, por este motivo não contrai matrimônio, ou seja Jesus em sua vida não se casou, viveu nos ensinamentos do pai. Está e a base da igreja católica apostólica romana. A igreja protestante, anglicana vem de lutero que queria se casar novamente e não teve a autorização do papa, segundo a história por este motivo fundou sua própria igreja, enfim ao meu ver a igreja nasceu de um conflito, todavia a fé e os ensinamentos da obra de Deus é o que realmente interessa, agora se a base são esses ensinamentos, o Pastor divorciado realmente está na contra mão das escrituras, a pessoa que se arrepender e quer viver como cristão isto é normal, agora ser exemplo de líder espiritual é ser incrédulo por parte do pretendente ao cargo de pastor, caso ele conheça a fundo a palavra de Deus, ele sabe que vive no pecado. Tudo não passa de ego pessoal.

    ResponderExcluir
  28. Graça e paz Aparecido.
    Obrigado pela visita e pelo comentário. Concordo com você que muitos não querem se submeter as Escrituras por causa do ego pessoal, pois muitos pensam que são melhores que os outros.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas Figueira

    ResponderExcluir
  29. é um caos de interpretações/se aprofundem no que a bíblia diz sobre arrependimento e perdão e a graça de Deus para com os seus.Deus perdoa e apaga os nossos pecados,ou não? Quer dizer que Deus me perdoa,e ao mesmo tempo se sinto vontade de serví-lo no ministério da pregação, do seu próprio amor,sou cortado....ainda bem que Deus é misericordioso,....graça e paz

    ResponderExcluir
  30. Graça e paz Dari.
    Você já ouviu falar da consequência do pecado?
    Me informe uma coisa, você poderia me dizer por que Moisés não entrou na terra prometida? Por que Adão não pode voltar para o Edén? Por que nunca mais se afastou a espada da casa de Davi depois do seu adultério? Você está em adultério e quer continuar no ministério? Você pensa que graça e perdão de Deus são bagunça? Você está muito enganado. Pastor e diácono devem ser exemplo para os fiés e não pedra de tropeço.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas Figueira

    ResponderExcluir
  31. REALMENTE E' ABSURDO O QUE AINDA SE OUVE NA MAIORIA DAS LIDERANCAS CONTRA OS DIVORCIAODS, SEJAM MINISTROS OU NAO!!!A IGREJA,OU MELHOR, A MAIORIA DOS LIDERES GOSTAM E QUEREM REALMENTE CONTROLAR A VIDA DE CADA INDIVIDUO,COMO FAZIA E AINDA FAZ A IGREJA CATOLICA. MAS, AINDA EXISTEM, POUCOS, QUE CONSEGUEM ENTENDER MELHOR O QUE JESUS FALA, VISTO QUE TODOS USAM AS SAGRADAS ESCRITURAS...CADA UM INTERPRETA COMO QUER,NAO OUVINDO A VOZ DO ESPIRITO, PACIENCIA, MAS CANSA VIU? PASTOR OU NAO SE DIVORCIA, SO' PODE SENTAR NO BANCO PRA' SER MAIS UM NA CONTA DOS MEMBROS E, CLARO, DAR DIZIMOS E OFERTAS, NAO SERVE PRA' ACONSELHAR? QUEM DIZ ISSO NAO SABE O QUE E' ACONSELHAR, SAO OS QUE QUEREM DOMINAR, MANIPULAR QUE DIZEM TAIS COISAS. QUERO COMPARTILHAR ALGO QUE ENCONTREI E GOSTEI. SOU DIVORCIADA DUAS VEZES, E CASADA NOVAMENTE. INCLUSIVE, O MEU SEGUNDO DIVORCIO, FOI COM UM PASTOR, QUE CONTINUA NO MINISTERIOS, TEM MUITA OCNFUSAO NAS LIDERENCAS SOBRE ESTE ASSUNTO, QUEM E' QUE REALMENTE SABE OINTERPRETAR O QUE A BIBLIA DIZ? SO' SEI, QUE SOU FELIZ, MEU FILHO E' UMA BENCAO,MESMO QUE NO PASSADO, A MAIORIA DAS PESSOAS, INSISTIAM EM DIZER QUE ELE DEVERIA SER INFELIZ,NAO CONTINUEI NA OBRA, PRA' DEIXA'-LO LIVRE E CONTINUAR A SER RESPEITADO PELOS MEMBROS, POIS NAO ACEITO A FALTA DE RESPEITO PARA COM SE DIVORCIA, SE TEM MAIS AMOR PRA' QUEM MATA. A PROPRIA BIBLIA NOS ILUSTRA ALGUNS HEROIS DA FE', NAO ERAM PERFEITOS, MAS O PROPOSITO DE DEUS CONTINUOU NA VIDA DELES, DEUS CORRIGE A QUEM AMA, JULGA O CORACAO DO HOMEM, NAO O HOMEM JULGA OUTRO HOMEM
    http://intellectus-site.com/site1/artigos/cristaos-divorciados.html

    MUITO BOA ESSA LEITURA, PELO MENOS NAO LEVA NINGUEM AO DESESPERO, AO SUICIDIO, A TER SENTIMENTO DE CULPA, OU SEJA, NAO DESTROI. PAZ!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Suely.
      Creio que você esteja com um pequeno problema de interpretação do texto. Nós não temos nada contra quem se divorcia, por exemplo, você se divorciou duas vezes, certamente você ficou muito machucada com isso e creio que você mereça ser tratada com carinho e respeito diante de uma situação como esta. O que nós estamos falando é exatamente o que nos diz a Bíblia que um homem divorciado não deve continuar no ministério da Palavra, só isso. Ele não precisa ser desligado do rol de membros da igreja em que frequenta e nem deixar de ser recebido por alguma outra igreja. No entanto a Bíblia é muito clara em relação ao casamento e a família do pastor. Na igreja que pastoreio há pessoas divorciadas, mas nenhuma delas exerce a função de pastor, nem mesmo de diácono.
      Entre a opinião dos de fora e a Bíblia eu fico com a Bíblia.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  32. Pr Silas,é dificil falar,pois a maioria das lideranças decidiram que um pastor divorciado nao pode continuar.Isso um deve respeitar,se nao esta' bem,mude de igreja.Mas dizer que esta' claro na Biblia nao!Esta'claro para os que dizem sim ou para os que interpretam que nao?Conheço muitos pastores divorciados que continuam no ministério, e sem a historia de saber quem é vitima ou nao!O divorcio deve ser tratado como outro pecado qualquer,todos devem ser perdoados por Deus, nao precisamos do perdao de ninguém.Confesso que divorciei, mas com toda sinceridade,e digo graças a Deus, nao tenho marcas, traumas, o problema sao as mentalidades da igreja, sao as regras que causam problemas nas pessoas divorciadas, se cria uma divisao,da maioria digo!Nao concordo que tenham que deixar o ministério, isso é mentira, sao regras da igreja!Nao é a Biblia quem diz,entao os pastores que se divorciaram e estao no misitèrio, sao o que afinal? a igreja onde pastoreiam nao é a certa? nao sei se a igreja deve continuar com essas regras, com toda vergonha que esta' fazendo no mundo.Um péssimo testemunho.Ninguém deve ser julgado pelo homem, mas o proprio Deus é quem nos julga, nos defende e nos corrige.Tem muitos cristaos chegando ao suicidio por causa dessas regras.A igreja sepulta os seus proprios membros.Pastor,sao as regras que estao destruindo as pessoas,estou lendo em muitos blogs,cristao chegando ao suicidio, ou matando por causa dessas interpretaçoes da Biblia.Nao li ainda com muita atençao,Malaquias 2:9 onde diz que Deus odeio o divorcio,na interpretaçao do Rei James foi interpretada mal a palavra, em vez de repudio escreveu divorcio em 1611 e creio que so' em 1902, se corrigiu, mas ja' tinha circulado mundo a fora. A maioria das igrejas querem um pastor que nao seja divorciado?entao mude de igreja.Mas infelizmente,nem todos tem a maturidade, nao sao fortes, e entram em depressao, muitos chegando ao suicidio ou a cometer outro crime.E' isso que Deus quer? E'isso que esta' escrito na Biblia?Senhor!ta'na hora de dar um basta bem grande nessas regras.O que diremos dos herois da Biblia? Mentirosos, enganadores, adulteros, assassinos,mas o que Deus fez com Davi? deixa, sei que vamos ficar so' no bate e rebate, o problema é que voces lideres, nao estao pensando nas consequencias das vossas regras nas vidas de muitos cristaos.E'facil falar, casou? deu errado? agora carregue a sua cruz pois Deus odeia o divorcio!Quem gosta do divorcio? ninguém!Mas se entre os dois, virem que nao tem mais soluçao,e chegarem ao divorcio,essa foi uma decisao deles.As consequencias? sempre com eles, o problema é que se criou um monstro nesse divorcio que parece que alguém sai ganhando em colocarem os divorciados como os piores criminosose digo de um pastor também: Recebera' a disciplina de Deus?otimo!Deus corrige a quem ama. Deus julga e condena,mas a liderança pegou o lugar de Deus. A liderança, usando a Biblia, interpretando como querem, pois dizem estar claro, estao matando o povo de Deus. Desculpe, falo muito, mas cansei de ver muita gente sendo destruida pela propria igreja que serve de lugar pra' se reunir com os irmaos e louvar a Deus, Mas a liderança decidiu colocar as correntes no povo, Deus liberta e o pastor vem e amarra novamente.Nao falo por mim, fui forte,mas vejo tanta gente destruida pela igreja,nao pelo divorcio.Pastor divorciado sair do ministério? Humanamente falando,sabe qtas igrejas fariam filas para ter um pastor como o pai do meu filho? Todas!Servo fiel, que ama a Deus, trabalha na obra, coloca mesmo a mao no cimento, visita os doentes, enfim, coisas que a maioria dos lideres ficam esperando que algum membro sinta a voz do Espirito para fazerem.Ele é um servo de Deus, chamado por Deus, um ministério abençoado, nao digo rico, como vemos muitos exemplos.Ou alguém vai dizer que ele nao é usado por Deus? Graça e Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Suely.
      Na Bíblia não existe meio termo, o próprio Senhor Jesus deixou isso bem claro quando disse que o nosso falar deve ser sim sim, não não, mas infelizmente têm muitos lídres que andam relativando a Bíblia para continuarem no ministério. A Bíblia é bem clara sim em relação ao divórcio e a vida familiar do pastor, mas tem gente que quer reger a vida pelas circunstâncias e não pela Palavra. Eu fico com a Bíblia e não abro mão dela.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  33. Pr Silas, confesso que o senhor é muito paciente e responde todas as duvidas,desde que sejam feitas com respeito.Alguns blogs que tratam deste assunto, da' a impressao que so' publicam os que estao de acordo, e iso nao é justo. Podemos aprender muito, mesmo nao concordando, faz com que todos nos estudemos com mais atença a Biblia.Gostaria de perguntar se este texto que encontrei é verdade ou nao.
    Um fato importante ocorrido no século XVII parece que ajudou a propagar este erro. Em 1604 o Rei James I da Inglaterra autorizou o início de uma nova tradução da Bíblia em Inglês. A Bíblia Rei James, mais conhecida como Bíblia KJV (King James Version), teve a primeira publicação em 1611 e veio com este erro de tradução da palavra “apoluo” como “divórcio”. Os tradutores escreveram “divorciada” em lugar de “repudiada” em Mateus 5:32 ”But I say unto you, That whosoever shall put away his wife, saving for the cause of fornication, causeth her to commit adultery: and whosoever shall marry her that is divorced committeth adultery.“

    Tanto “put away”, quanto “divorced” foram traduções da palavra grega apoluo (repudiar), mas a segunda é uma forma incorreta. Esta versão causou um profundo impacto não apenas nas traduções bíblicas inglesas posteriores, mas na literatura como um todo. Ela se tornou uma referência e esta influência atingiu até os tradutores e revisores modernos, inclusive nos léxicos gregos, que deixaram propagar este problema. Como o Brasil foi evangelizado, direta ou indiretamente, pelos europeus e americanos, temos por tradição a ter em mente “divórcio” quando lemos “repúdio”.

    Sendo assim, qual a diferença entre a mulher repudiada e adivorciada? Muito obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Suely.
      Geralmente eu respondo a todos que me escrevem, primeiro por educação e segundo para que as dúvidas sejam tiradas ou pelo menos debatidas. Podemos discordar de alguma coisa, mas nem por isso devemos nos tornar inimigos rs.
      Suely eu já estudei o grego coinê e não vi nenhuma influência em relação a tradução da Bíblia, tanto repudiar quanto divorciar tem o mesmo sentido bíblico. Mas procurarei me informar melhor em relação a isso, caso eu descubra alguma novidade eu lhe escrevo. Ok?
      Para não ficar só nessa resposta, há um texto interessante que talvez você gostará de ler: http://www.monergismo.com/textos/familia_casamento/divorcio-casamento_engelsma.pdf
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
    2. Pastor lhe agradeço muito,é bom se informar, mas quero saber se o que escrevem na internet tem fundamento.Nao que eu tenha duvidas qto a mim, pessoalmente sinto o perdao e o amor de Deus, e se Ele com certeza, me corrige, faz por amor. Escolhi mal e decidi pior ainda? cabe a Deus julgar a minha causa.Mas gosto de ler,e nao quero falar coisas que nao sejam verdadeiras, pois grego, nem todos conhecem. Muito bom debater,inimigos nao!!rs me preocupo muito pelas pessoas que nao sabem fazer isso, e, em muitos blogs leio o desespero que chegam ao lerem estes assuntos e depois ficarem perdidas, confusas, nao sabendo mais quem sao diante de Deus, a posiçao dos filhos, nossa cada coisa, nao tanto aqui, mas em outros que um fica preocupado com o que um pode ou nao entender. Por isso digo a rsponsabilidade de tratar certos assuntos aqui na net, onde muitas duvidas ficam e nem sempre sao esclarecidas, e nem todos estao preparados para tal. Quero so' dizer algo,alias,geralmente falo so' o que sei mesmo por ter vivido ou visto. Dificilmente um divorciado cristao, aconselha alguém o divorcio, tampouco o pastor divorciado, ao contrario!Sao decisoes que cabem ao casal, e nao significa que nao saibamos aconselhar ou ajudar.Até caso de adultério nitido, eu mesma segui o "casal" a pararem com o ato, ou outros que estavam ao ponto de se largarem. Nao é porque o pastor seja, que todos devem seguir a sua estrada, so' quem nao tem sabedoria.Conheço pastores que o exemplo de vida e de familia sao horriveis"Mas se escondem atras da denominaçao "conhecida".Vejo os poucos pastores que tiveram esse "erro" na vida, abençoando muitas vidas e sendo abencoados no ministério e na familia.Tem quem usa a Biblia, mas tem quem nao se esconde atras de mentiras. So' vejo que todos dizem o qto é complexa a interpretaçao da Biblia, que se deve sempre entender o contexto a época etc..Mas qto ao divorcio, a Biblia é clara, que bom!Muito obrigada pelo texto, vou ler sim, com calma para entender bem.

      Excluir
    3. Graça e paz Suely.
      Se um pastor vive mal o seu casamento ele deveria deixar o ministério, ou, se afastar dele até tratar esse casamento. Estou lhe falando isso porque quando eu fui convidado para assumir uma igreja, assim que terminei o meu senário, eu recusei, pois estava em crise séria em meu casamento. Só fui assumir uma igreja quando Deus restaurou por completo o meu lar. Eu disse para o meu pastor que eu não tinha condições de aconselhar um casal em crise já que eu não estava conseguindo resolver o meu problema. Assim eu agi e tenho procurado aconselhar outros pastores também, porque ministério não pode ser cabide de emprego para ninguém.
      Que o Senhor lhe abençoe.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  34. Pr. Junior

    olá, graça e paz...
    concordo plenamente que o divórci é condenado por Deus,...
    mas não acredito que por alguma fraqueza ou falha (e é o que somos)Deus apagaria o seu chamado para os santos e escolhidos. ok, em 1° Tm 4:12 realmente aulo exorta para que os pastores sejam "o exemplo dos fiés", mas e quando a biblia diz que devemos amar o proximo como a nós mesmo, e ainda assim Davi mata um inoscente alem da prostituição, não seria intão uma possivel justificatica para Deus arranca-lo do trono de Israel? Não! ele se arrepende e torna-se um homem segundo o coração de Deus. Infelizmente Davi nao poderia mudar o passado, mas faz de uma oração um recomeço para sua vida...
    amado, o divórcio é uma fraqueza dacarne assim como a prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, ira, pelejas, dissençoes, heresias, invejas, homicidios, bebedices, etc... existiria, talvez? algum homem ou pastor que nunca tivesse cometido um erro desses? tenhu 24 anos e sou pastor a 5, ainda nao me casei, e nunca trai uma pessoa, mas ja falhei em muitas outras coisas, e ainda acredito ser usado nas mãos de Deus...
    é como cristo disse, pelos frutos conhecemos a árvore, se existem frutos, é pela misericordia de Deus. afinal o diabo jamais honraria um servo de Deus...

    acredito que existem coisas muito mais preocupantes para nos importarmos, do que um servo de Deus, que talvez num momento de fraqueza, não ter o direito de fazer a obra de Deus.
    cristo disse que aquele que vier a mim, de maneira nenhuma lançarei fora. e quem somos nós para lançarmos fora alguem que Deus escolheu?

    um Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Pr. Junior.
      O texto de 1Tm 3 é claro e não tem como relativar a Palavra de Deus, tem que se marido de uma só mulher e tem que ser exemplo para as outras famílias. Segunda coisa, Davi era rei e não pastor de uma igreja local. Ele cometeu um adultério e um crime e pagou caro pelo que fez, leia quais foram as consequência em sua vida. Da mesma foram um pastor que se divorcia deve deixar o ministério, pois ele deixou de ser exemplo dos fiéis.
      Já que você ainda não casou, ore para que o Senhor coloque em sua vida uma mulher que seja uma bênção para você e em seu ministério. Não escolha pela aparência, mas segundo a vontade de Deus.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  35. gostei muito do texto, pois tb penso assim e o pastor que cai em adulterio e não se separa deve perder o cargo? eu acho que sim. eu venho de uma igreja que o ministerio INTEIRO são formados por uma cambada de adulteros e divorciados e eu acho que eles devem perder o cargo e fechar a igreja. gosto deles, pois o conheço a vida inteira, mas eu tenho que pensar de acordo com a biblia. o pastor acompanha a minha opinião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Marcelo.
      Devemos saber fazer a diferença entre minha vontade e o que a Bíblia ensina. A nossa vontade deve estar em sujeição a vontade de Deus.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  36. Sou de uma igreja onde o Pastor casou-se com uma pessoa que ele conheceu pela internet. Com 8 meses de casado a esposa largou ele e já esta com outra pessoa. Ele é um homem que gosta de ficar se atirando (se jogando) pra cima das mulheres e gosta de garota nova. É um péssimo pastor, e gosta de zombar de moças de 40 ano que nunca se casou; ele está doido pra casar novamente. A igreja é uma bagunça, tem uns que estão com a vida irregular (morando junto) participa de grupo de louvor. Ele é um pastor que não se preocupa em se preparar para ensinar o povo; nem sempre dirige o culto ou prega, joga sempre para os outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Menina Misteriosa.
      Minha querida irmã o que você está fazendo nesta igreja que ainda não procurou outra para se membrar? Com um pastor assim como você me descreveu não tem condições de pessoas sérias permanecerem sob o seu pastoreio.
      Que o Senhor a oriente e norteie seus passos.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  37. pr. silas figueira meu pastor presidente mais a minha pastora estão se divorciando e ela quer continuar pastoriando eu devo sair ou continuo com ela

    ResponderExcluir
  38. pr.silas fiquereira meu pastor presidente mais a minha pastora da igrej estão se divorciando e ela quer continuar como pastora do ministerio devo continuar ou saio desta igreja

    ResponderExcluir
  39. pr.silas figuereira meu pastor presidente mais a minha pastora esta se divorciando devo continuar nesta igreja ou devo sair

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Elma.
      Creio que antes de tomar qualquer decisão você deve orar por eles para que tal coisa não ocorra, mas se tal coisa vier acontecer você deveria repensar se deve ficar nessa igreja. Principalmente pelo que você falou que a "pastora" quer continuar no ministério. Eu não aceito o ministério feminino, pois tal ministério não é para as mulheres, mas para homens (que não seja divorciado).
      Eu sinto muito pelo que está ocorrendo em sua igreja, mas esse fato tem sido muito comum em nossos dias, infelizmente.
      Creio que você deveria procurar uma outra igreja para se membrar.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  40. Pastor, que texto maravilhoso! Deus a abençoe e continue dando-lhe sabedoria para fazer com que não sejamos enganados! Então quer dizer que um pastor q cometeu adultério com uma irmã da igreja, foi escândalo e volta a ter um relacionamento amoroso em uma outra igreja e continua pregando, tá tudo errado? O que pode acontecer aos que estão debaixo da sua liderança?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz irmão (a).
      Uma pessoa que diz ser pastor que comete adultério e passa a ter um novo relacionamento está em pecado, o texto é claro em relação a isso. Agora, em relação sobre quem está sob a sua liderança (falo sem medo de errar), está debaixo de maldição, pois quem os está guiando está com a vida irregular na presença de Deus. Ele não é referencial de fé e vida com Deus. Eu conheço uma igreja que aceitou um pastor assim em sua igreja (para pastoreá-la), em pouco tempo vários casais haviam se divorciado também e várias famílias entraram em crise. Será que isso é coincidência?
      Pense nisso!
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira
      PS: Por favor da próxima vez se identifique ok?

      Excluir
    2. pr silas eu sou pastor mario aparecido xavier sou divorciado e continuo no ministerio vejo que o senhor tem um certo conhecimento na biblia mas o senhor esta passando por cima de uma regra chamada hermeneutica e que , o senhor bem conhece que um texto 1 nao pode ser intepretado de forma isolada 2 tem que analisar o costume da epoca 3 a circunstancia que foi escrita ,4 o que o texto qeria dizer ,nao concordo com oseu ponto de vista.

      Excluir
    3. pastor silas estude mais a regras de hermeneutica

      Excluir
    4. Graça e paz Pr. Mário.
      Qual era o costume da época? Qual a diferençaa do divórcio naquela época para hoje? Será que não é o senhor que está distorcendo a Bíblia para aplicá-la aos seus interesses pessoais?
      Fique na Paz e procure estudar a Bíblia e aplicá-la a sua vida.
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
    5. pastor silas a paz o senhor me perguntou qual o costume da epoca ,o costume era o seguinte o judeu se divorciava da susa esposa por qualquer coisa ex/ se ela queimava um pao,se ele achasse uma mais bonita do que ela ,foi por isso que por causa da dureza de cora;ao moises permetiu dar carta de divorcio alem do mais quanto um marido dava carta de divorcio era mais um ato de misericordia por parte do marido para livra lo do apedrejamento a mulher . sem mais pastor e doutor em teologia pastor mario aparecido xavier.

      Excluir
    6. Graça e paz Mário!
      O irmão citou o Antigo Testamento, mas nós estamos falando sobre o Novo Testamento e sobre as palavras direcionadas a vida do pastor. O irmão continua equivocado.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  41. Existe um provérbio que diz que até o sábio quando fala demais, acaba tropeçando no que diz (fala besteira). Infelizmente o autor desse post não foi feliz no que disse. Um homem arrependido de coração se torna uma nova criatura e nenhuma condenação há.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça e paz Eugênio.
      Você deixaria seu filho ou sua filha aos cuidados de um ex-pedófilo arrependido?
      Me responda com sinceridade.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
    2. Realmente é um assunto delicado essa de ex alguma coisa. Hoje come vejo a maioria das igrejas, nao deixaria aos cuidados praticamente de nenhum. Pois nao so' tem ex-pedofilo, mas tem ex-assassino, ex-estuprador de jovens, mulheres e crianças, ex-bandido, ex-politico tem? ninguém deixa essa né? Também qtos lideres apoiando politicos corruptos, bandidos? Outro dia li sobre o apoio do do Pr. Silas Malafaia ao Sen. Lindberg Farias que além de estar respondendo por acusaçoes de lavagem de dinheiro, corrupçao, formaçao de quadrilhas, praticamente todo povo de Nova Iguaçu(RJ) sabe que ele esvaziou o cofre da prefeitura de NI.. vejo que a maioria dos lideres das igrejas criaram um deus no lugar do Deus verdadeiro e como sempre manipulando a maioria do povo cristao através do senso de culpa, do espirito de condenaçao, do medo do inferno... o pecado so' faz quem consegue abrir aos olhos à essas manipulaçoes e correm da maioria das igrejas, pois nao se pode falar contra os ungidos do senhor( o senhor que eles criaram). Nao digo que sao todos assim, ainda existem poucos, mas poucos, que realmente amam o verdadeiro Deus e amam a obra, sao os que nao jogam esses tipos de manipulaçoes nas costas do povo do Senhor, o povo Santo, eleito que o proprio Deus libertou, mas vem esses homens e jogam as correntes através do meio que eles sabem melhor, manipulaçao, show, entretenimentos. Sei que tem ta' dificil encontrar, nasci e cresci na igreja evangélica, sempre dentro e conhecendo as lideranças, conheço bem, por isso, sei que ainda tem uma minoria, so' esta' dificil encontrar, pois estes grandes homens religiosos tomaram conta da igreja e saem por ai representando o povo cristao com as suas sujeiras, mentiras e vergonhas escondidas com uma falsa unçao, sempre em nome do deus deles e claro, para ficar melhor com a Biblia nas maos. E o que a igreja faz? cai em cima de quem? do pobre coitado divorciado, divorcio sim, divorcio nao, ex-divorciado ser pastor ta' maluco? So que na boa, isto nao é mentira, mas tem muita igreja onde so' cai em cima de quem ou é fraco ou pobre..pois tem muitos filhos e filhas de pastores, por sinal bons pastores, pessoas de uma boa condiçao economica dentro das igrejas e sao divorcidas mas nao sao condenadas, vistas como falidas e pecadoras por parte ativa economicamente boa na igreja, pode dizer que nao, mas é e conheço. E os muçulmanos crescendo no pais, a igreja catolica através do seu lider carismatico e ecumenico retomando força, e a igreja evangélica ainda na do se pode ou nao pode um ex-divorciado ser pastor ou se divorciar é pecado ou nao? Claro, justamente usando a Biblia e fazendo o povo ler como eles querem que leiam. E a maioria do povo quebrado, despedaçado, ferido pelo proprio povo cristao, pois julgam e condenam...... qual é gente ainda nessa? O gigante acordou mas a igreja ta' andando amarrada ao como prender o povo à sua liderança, como o povo ser submisso aos ensinamentos e fiéis..... através do medo, senso de culpa? A igreja evangélica ta' precisando se levantar pois esta' fazendo a propria cova e jogando muitos filhos de Deus dentro. Bom dia pra' todos

      Excluir
    3. Pastor, você casaria com uma prostituta arrependida? Se seu pastor fosse um bruxo do ocultismo arrependido, você o deixaria por as mãos em sua cabeça para te abençoar? Existe alguma diferença de uma ex-prostituta, ex-bruxo ou o que quer que seja, para um ex-pedófilo?
      Eu sei que você crê no arrependimento e na transformação de um ser humano, mas quanto a sua pergunta, você está mais para um pastor de raciocínio lógico. Você faz essa pergunta como se ninguém tivesse coragem de deixar seus filhos nas mãos de um ex-pedófilo, daí fica complicado você escutar um “SIM”. Também não é assim, ninguém pensa igual, existe gente pra tudo, e eu deixaria sim meus filhos nas mãos de um pedófilo arrependido, desde que o espírito de Deus me convença que ele estava mesmo arrependido.

      Excluir
    4. Graça e paz Suely.
      Realmente em nosso meio existem muitos oportunistas que estão a serviço de Mamom e não do Deus verdadeiro. Falo isso com pesar.
      Em relação ao divórcio, ninguém está livre de ter uma crise no casamento a ponto de ter que se divorciar. Mas entenda uma coisa, a Bíblia é o nosso referencial de fé e prática, quando eu passo a olhar para ela e observar seus princípios dentro da ótica do que me interessa e não ela como um todo, eu a estou relativando.
      Entenda uma coisa, qualquer pessoa tem o direito de se divorciar e casar-se de novo, isso é um fato. Até mesmo um pastor, mas daí continuar no ministério isso é outra coisa. Observe o que a Bíblia fala sobre isso. É a mesma coisa de mulheres sendo consagradas a pastoras, não existe isso na Bíblia; no entanto temos visto isso acontecendo por aí em várias igrejas. Assim como apóstolos e até mesmo apóstolas...
      Um pastor divorciado deveria deixar o ministério sim, não digo que a igreja deva abandoná-lo por causa disso.
      É assim que eu penso, pois é assim que eu vejo na Bíblia.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
    5. Graça e paz Eugênio.
      Eu creio realmente que Deus é poderoso para transformar uma pessoa e torná-la nova criatura, se não cresse não seria um pregador do evangelho.
      Em relação ao divórcio eu não tenho nenhuma dificuldade de aceitá-lo, inclusive faço casamento de pessoas divorciadas. Mas daí, burlar o texto da Palavra de Deus que nos diz que um pastor não deve ser divorciado é uma outra história. A Bíblia é muito clara em relação a isso. Mas um vez repito, ninguém está livre de passar por uma crise no casamento a ponto de ter que se divorciar, nem mesmo um pastor. No entanto tal pessoa deveria deixar o ministério, pois já não se encontra dentro das exigências que a Palavra tem para o pastor. É só isso!
      Eu conheço um pastor que se divorciou, e assim que saiu o divórcio avisou na igreja que já estava aberto a novos relacionamentos. Falou isso com a cara mais deslavada. E é o que a maioria tem feito por aí.
      O pastor por ser divorciado não deve ser deixado de lado como tivesse uma doença contagiosa, mas deve deixar o ministério e se dedicar a outra atividade. É assim que eu penso e é assim que eu vejo.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
    6. Pastor
      Os oportunistas infelizmente representam o povo de Deus,lideres espirituais usando a Biblia como referencial,manipulam muitos cristaos fazendo que a maioria ou todos leiam o que eles querem que vejamos na Biblia.Toda igreja tem estudo da palavra,sendo assim é claro que o membro vai ler o que a maioria diz que esta' escrito.Muitos lideres estudam em bons cursos, faculdades no Brasil e no exterior, como ensinar e lidar com o povo, pois quase nenhum dos membros estudam hermeneutica, grego, aramaico, para isso requer tempo e dinheiro. Nisso quase todos tem a cega confiança que o seu lider esteja ensinando o que realmente esta' escrito, e muitos sabem que o divorcio è assunto controverso,tem muitos bons pastores divorciados no Brasil e fora,e claro os que nao sao de acordo usam a Biblia para dizer que estao errados,e ao mesmo tempo os mesmos mostram que nao é assim,pois a Biblia tem varias traduçoes das palavras. Nao se deve dizer amém a tudo que se ouve sem consultar se o que diz esta' realmente de acordo com as Escrituras,mas como consultar se nao temos os conhecimentos devidos? confiar plenamente no que dizem?nos livros?como nem todos tem o privilégio de estudar que poucos tem,entao o melhor a fazer é seguir a voz do Espirito, que fala com cada um.Muitos lideres pegaram o lugar do Espirito,fazendo que os membros dependam de tudo deles para saber qual a vontade de Deus e o que Ele diz,assim o povo indolente,analfabeta espiritual, prefere ficar na do nao toqueis no meu ungido,o pastor é o anjo da igreja, o que diz ta' falado,ai de quem duvide dele,pois tem a vida voltada ao estudo da palavra e a unçao.Qtos fazem esses cursos carissimos no exterior e no Brasil?Esses lideres tem voz e levam a Palavra de Deus errada para todo canto da terra e rapida pois alguns vao de jato, isto tb é contra o que a Biblia diz e tem muita gente dando ouvidos a eles pastores que os tem como referenciais.Enquanto o povo de Deus fiel, submissos contribuem com dizimos e ofertas a esses falsos mestres,que em vez de levantarem de madrugada e pegarem a marmita e o trem de japeri que os leva à central do Brasil no Rio ou outro transporte bem lotado como lata de sardinha o que fazem? manipulam, fazem shows,e tem os que colocam regras,sempre mostrando que a Biblia confirma tudo o que dizem, todos usam para dizer que ensinam com a aprovaçao de Deus .Por mim pastor, ex-isso ou aquilo poderia nao ser pastor,ja' tem muitos no Brasil e fora sustentados pelo povo fiel a Deus.Muitos past. sao contrarios a past- divorciados continuarem no ministério,e aceitando ou nao, sao abençoados por Deus.Claro nessa entra quem esta' se é biblico ou nao,tem os que dizem que muitos continuam pois nao sabem fazer outra coisa, mas isso é a maioria,so' os que realmente tem uma igreja com altos dizimos e ofertas podem estudar 1 ou mais faculdades e terem outra profissao.Mas como a igreja responde?se tem vidas transformadas,abençoadas ou nao por esses ministérios so' Deus pode julgar.Talvez estejam manipulando o povo como outros.Mas aqui entra sempre o saber discernir.Conheço e conheci homens de Deus,com este pecado imperdoavel no ministèrio,que sao uma bençao,como diz o cristao. Quem sou eu para dizer quem esta' no caminho certo,ninguém pode, qtas surpresas teremos no céu!Ja' pensou encontrar esses pastores que foram divorciados recebendo a coroa da gloria pelo bom trabalho na obra?Talvez se esteja so' perdendo tempo e dando espaço às seitas crescerem e o povo cada vez mais perdido.Mas eu entendo e respeito o senhor . Graça e paz

      Excluir
    7. Graça e paz Suely.
      Eu conheço pessoas que vivem juntas, não são casadas e são uma bênção, mas nem por isso estão agindo de forma certa diante de Deus. Se formos relativar a Bíblia então vamos fazer o que bem entendermos, o importante é sermos "uma bênção". Nessa linha de pensamento nós podemos deixar a Palavra de Deus de lado e seguir o que o nosso coração diz.
      Entenda uma coisa, independentemente de alguém ter estudado as línguas originais ou não, a Bíblia pode ser lida e entendida por pessoas leigas, se não pudessem não diríamos para as pessoas lerem a Bíblia todos os dias e meditar nela. Quem diz que o leigo não tem condições de interpretar a Bíblia sozinho são as Testemunhas de Jeová porque querem seus seguidores cegos.
      Leia a sua Bíblia, principalmente o Novo Testamento pois é ele quem norteia a nossa vida hoje, e peça ao Espírito Santo para lhe ajudar a entender a Palavra. Não quero com isso dizer que não devemos ler bons autores, como por exemplo: Hernane Dias Lopes, Augusto Nicodemos, M. Lloid-Jones, em geral autores reformados... Você verá equilíbrio e piedade na vida desses autores. Eles não relativam a Bíblia, mas procuram interpretá-la de forma correta. Pense nisso.
      Que o Senhor lhe abençoe!
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
    8. Pastor,todo cristao le a Biblia, mas a maioria esta' condicionada aos ensinamentos recebidos, mesmo que peçam a direçao do Espirito sao condicionados pelo o que o povo da igreja pensa ou diria se ele pensar diferente do grupo e se esta' de acordo com o ensinamento do lider ,mas nao quero entrar nesses discursos,entendo a sua posiçao e de muitos,conheço muito bem os ensinamentos da igreja-Muitos bons pastores que nao sao divorciados e pensam,agem diferente de muitos qto a este assunto e aceitam pastores divorciados no ministério deles, sao eles tb longe do que a Biblia diz?So' ta' certo quem pensa diferente ou como se ouve,eles nao sabem interpretar e nao entendem a Palavra, O cristao pegou o lugar de Deus julga e da' a sentença, a igreja é dividida e tem muito cristao que se acha superior a outros por pensarem estar no certo,se acham os tais, paciencia.Tem duas escolas, dois pensamentos diferentes na igreja, se sabe que é um assunto controverso.Ja' disse conheço bem o nosso ambiente e leio a Biblia pedindo direçao ao Espirito,e nao sou a unica,o homem pode até criticar,dizer o que quiser pois O Espírito de Deus testifica com o meu espírito de que sou filho de Deus,e isto é o que basta!Ouço os ensinamentos do Pr.Augusto Nicodemos,gosto muito,mas nunca deixando de verificar se o que diz esta' de acordo com a Palavra, mesmo sendo leiga como a maioria peço discernimento.Tem quem me disse, quem é voce para discordar? Pois é,sou so' filha de Deus,mas no meio evangélico tem os que se sentem os tais, se falou tanto dos idolos,de quem se curva às estatuas,e no nosso povo tem quem faça busto para recordar o proprio ministério e até estatua do Billy Graham que se for colocada ao lado da do papa feita em Roma ou as que estao dentro das igrejas catolicas e do proprio vaticano tem o mesmo significado,mas o evangélico tem sempre a resposta certa,se sentem superiores e dono da verdade, repito,nao sao todos assim,poucos mas tem,tenho pastores em familia,servos de Deus e nao sou tao cega que nao possa ver o certo.Sei que pessoas como eu que nao se deixa mais manipular é vista mal no meio evangélico,nao importa, me interessa saber o que Deus pensa de mim. Tem mais,quem le a Biblia sem estar condicionado vao ver que Davi pecou,Salomao pecou,todos pecaram,ok foram perdoados mas o Salvador esta' na genealogia deles, Raabe de prostitua a heroina da fé,nem sempre as consequencias do pecado perdoado por Deus tem o resultado do que a maioria dos lideres falam, lendo as geraçoes de Jesus encontro muitos nomes que nao sao proprio bons como testemunhos.. Juda' filho de Jaco' que tb tramou com os outros irmaos para matar José. Simeao e Levi que vingam matando o estupro da irma Dina', enfim, se um le sem a interferencia dos ensinamentos tem outra visao do evangelho e do que ensinam,mas tb nao quero ir mais em frente pois seria sem fim e nao estamos aqui querendo mudar a visao um do outro, nao se pode impor mas respeitar, isso tb vejo dificil na maioria dos lideres que pensam, dizem estar corretos na intepretaçao da Biblia. Muito obrigada pelo tempo dado volto aos afazeres domésticos :D Paz.

      Excluir
    9. Graça e paz Suely.
      Eu entendo muito bem a sua posição, realmente a Bíblia mostra que Deus usou e usa até hoje pessoas simples para confundir as sábias. Por isso eu não condeno ninguém por ter passado por uma crise em seu casamento a ponto de se divorciar. O que eu questiono é que um pastor para continuar no ministério não deve ser divorciado. Isso é o que a Bíblia diz. Eu conheço alguns casos de pastores que já se encontram no terceiro casamento... Que autoridade uma pessoa como essa pode ter diante da congregação para aconselhar alguém sobre relacionamento conjugal?
      Eu sei que há vários pastores divorciados por aí; mas isso compete a cada um responder diante de Deus. Eu só sei que a Bíblia diz que tais homens não devem continuar no ministério, isso é um fato.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira
      PS: Releia o texto de 1Tm 3.1-7:

      3.1 Fiel é a palavra: se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja.
      3.2 É necessário, portanto, que o bispo seja irrepreensível, esposo de uma só mulher, temperante, sóbrio, modesto, hospitaleiro, apto para ensinar;
      3.3 não dado ao vinho, não violento, porém cordato, inimigo de contendas, não avarento;
      3.4 e que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito
      3.5 (pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?);
      3.6 não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça e incorra na condenação do diabo.
      3.7 Pelo contrário, é necessário que ele tenha bom testemunho dos de fora, a fim de não cair no opróbrio e no laço do diabo.

      Excluir
    10. Pastor bom dia, Tem muito lider sem autoridade para aconselhar,ensinar qualquer coisa ,no entanto vejo que sao muito respeitados no meio evangélico,sera' pela fama deles?A igreja mudou muito no qualificar, o que era pecado ontem, nao é mais hoje,porque?Mudança de costume?Eu acho que è o medo de perder membros e a igreja ficar vazia e nisso entra o lado economico,tem muito hipocrisia nas igrejas.Tudo è licido hoje.Carnaval gospel,arraial gospel,a lista é lunga.A Biblia é muito clara em tudo,como ja' foi dito,tem varias interpretaçoes e tem quem diz até mesmo erro na traduçao do original. Este tema é polemico e controverso,somos de acordo que tem muitos past.divorciados no ministério e responderao diante de Deus,como todos nos.Tem pastor que diz:o casamento só pode ser desfeito nos dois casos citados:relação sexual ilícita e abandono obstinado.“No caso de espancamentos e agressões físicas, se enquadram no segundo tópico."Tb concordo, é caso de policia e separaçao.Qdo digo que muitos usam a Biblia interpretando de acordo com o momento, ou situaçao ou até mesmo para fins pessoais, tem bons pastores que dizem mesmo havendo violencia a mulher nao deve separar,entao ficam ali esperando a morte e a maioria encontram coitadas.Robinson Cavalcanti também discordava do past.divorciado nao poder continuar no ministério e outros tb.Se realmente foram chamados por Deus ao ministério,quem é o homem para dizer o contrario?Pergunto novamente. Esses past.que aceitam,respeitam os past.divorciados fazerem parte do ministério deles nao estao andando de acordo com a Palavra? So' os que nao concordam é que entendem o que a Biblia diz?Discernimento,ouvir a voz de Deus fica de lado?O importante é ficar firme no que Deus fala a cada um de nos.Este video espero que a traduçao seja correta, http://www.youtube.com/watch?v=6CiWvGVfnCA, claro que eu vejo tudo muito montado,forçado.O que falam seria perfeito se nao tivessem rido do senhor que nunca pensou no divorcio mas em HOMICIDIO SIM, e depois dizendo o solo da aliança,o solo da promessa,o solo sem divorcio,talvez HOMICIDIO SIM,absurdo!Sao homens respeitados pelos cristaos,lideres que se espelham,o importante é nao ser um past.divorciado,ai cai a ficha,sem respeito,nao segue os padroes biblicos.Vergonha!Enquanto o cristao ficar dependendo da aprovaçao do seu lider para qualquer coisa na vida sem examinar minuciosamente o que as Escrituras falam,significa que nao é maduro espiritualmente e nao ouve o que o Espirito diz, nao tem discernimento. Paz

      Excluir
    11. Graça e paz Suely.
      Enquanto houver líderes relativando a Palavra de Deus, haverá erros em nome dEle. E o que o Senhor não disse estará prevalecendo nos púlpitos.
      Que o Senhor nos ajude.
      Fique na Paz!
      Pr. Silas Figueira

      Excluir
  42. :D Em vez de lamentar o seu passado e destino desastroso, é melhor voltar a focar-se no futuro e em novos objetivos

    http://programascelular.com.br/o-que-os-homens-divorciados-devem-saber/

    ResponderExcluir
  43. POR FAVOR, tomar o seu tempo e ler este grande testemunho.

    EU SOU VERNITTA de Estados Unidos.


    VOCÊ tem que ser sábio e cuidadoso ao ler MAIS testemunho sobre este blog, muitos testemunhos da maioria dos lançador de magias aqui deve ser IGNORED.BECAUSE a maioria deles são SCAM EU QUERO DIZER REAIS SCAM qual eu era uma vítima e I got rasgado de milhares de dólares por causa Eu estava tão ansioso para se meu marido Nobert trás depois que ele deixou-me há mais de 2 anos com meu 3 anos de idade filho JANATHAN, eu apliquei a 7 diferentes lançador de magias AQUI EU reuniu-se em este blog e tudo em vão TODOS ELES PEDEM PARA ENVIAR MESMA COISA SEU NOME SEU EX nome, endereço e o retrato do telefone ETC NÚMERO que fiz uma e outra vez E a maioria deles eram de áfrica do sul, eu estava tão confuso e eu estava sempre doente por causa deste problema e eu estava tão desesperada para ter Nobert BACK TO -me porque eu o amo muito e poderia morrer por ele. EU VI ESTE E-mail on-line sobre DR USMAN KERIM O GRANDE TEMPLO ortográfica, (dr_usman.spiritualist@outlook.com) TEMPLO DE PRETO E BRANCO NA NIGÉRIA, e eu decidi MAIL him.He DISSE-ME QUE TODO O MEU PROBLEMA são mais uma vez que tenho decidiu contactar-lhe ajuda, ele me disse explicar o que aconteceu entre mim e meu MARIDO EX Norbert e eu fiz, eu disse a ele tudo o que aconteceu desde o início. E ele me disse: MEU FILHO que você acabou de me explicou Agora é um pequeno problema SEGURAR COMPARAR a sérios problemas Tenho tratado, eu estava tão chocado e disse-me o que problema poderia ser mais grave do que isso. Ele me disse que eu precisava para fazer o mais rápido possível, mas o que ele disse ser semelhante ao que ouvi no passado, eu estava tendo dúvidas sobre isso por causa da experiência do passado, mas eu decidi tentar já que ele é da Nigéria, HE poderia ser real e diferente. Então lhe dei 50% da minha confiança. Isso foi como eu MAGIA E SONHO PARA ME, depois de dois dias quando a mágica FOI fundido, Nobert piscou-me AT SOBRE 9.PM eu não conseguia dormir naquela noite porque eu realmente amo Norbert E quer ele de volta. POR 7.AM Na manhã seguinte ele DEU-ME OUTRA chamada perdida eu decidi não chamar de volta como eu estava AINDA EM CHOQUE, a cerca de 10.AM naquela manhã ele me ligou e eu peguei ele disse que pode ver após TRABALHO HOJE EU ​​DISSE SIM SO Ele acabou a chamada. Imediatamente eu saía do trabalho que chamou de ME e disse mim foram ao encontro dele, eu ainda estava ON SHOCK, EIS quando eu cheguei lá eu vi Norbert grita com rasgos ALL sobre seus olhos, e disse-me minha mulher, eu sinto muito Por toda a minha errado e eu quero fazer isso para você, eu não sei o que deu em mim. EU TE AMO TANTO. Imediatamente eu huged ele eo beijou QUE eu tenha perdido todos esses anos. ALL Graças a DR..USMAN KERIM. SE VOCÊ É UM HOMEM DE UMA MULHER lendo isso e estiver passando por problemas semelhantes como o meu, não deixam de contatar este grande homem DR.USMAN KERIM Ele realmente é de fato um lançador de magias REAL.


    HE especializar-se os problemas abaixo

    (1) Se você quiser que o seu ex-costas.
    (2) Para cuidar HIV / AID ou doença relacionada
    (3) Você quer ser promovido em seu escritório.
    (4) Você quer mulheres / homens a correr atrás de você.
    (5) Se você quer um filho.
    (6) Você é um contratante e você quer ganhar contratos
    (7) Você quer amarrar o seu marido / esposa para ser
    para sempre teu.
    (8) Se você precisar de ajuda espiritualmente.
    (9) Como você foi enganado e que pretende recuperar você perdeu dinheiro.
    (10) parar de divórcio
    (11) Invocando do dinheiro Ritual
    (12) ganhar as eleições
    E muitos mais..
    número de telemóvel ... + 2348057756157
    Email ... dr_usman.spiritualist@outlook.com
    website ... dr-usmankerimspiritualtemple.yolasite.com

    ResponderExcluir