quinta-feira, 13 de agosto de 2009

A FÉ COM “OBRAS” É MORTA


No livro de Tiago lemos que “a fé sem obras é morta”. Estranho e contraditório título então para um artigo evangélico, onde a Palavra de Deus é afirmada e reafirmada a tempo e fora de tempo.

Que fé e de que “obras” estamos nos referindo então? Certamente não as mesmas citadas por Tiago, que incentiva a nossa fé gerar frutos espirituais chamados de obras. Hoje, estamos vivendo um tsunami espiritual do fazer e acontecer. Grandes “mestres-de-obras espirituais”, verdadeiros mercenários da fé têm se levantado em nome de uma dita fé para proclamar “obras” a serem realizadas em nome de Deus e de sua Palavra. Não economizam nas suas “obras” de chavões, números cabalísticos, ameaças espirituais aos que não aderirem às supostas “obras”. “Obras” de um reino próprio, onde “prosperidade financeira e numérica” é a chave do sucesso e o prumo usado para medir a fé e as suas obras. Deus fala diretamente com estes e os incumbem de distribuírem unções especiais, revelações jamais imagináveis, até o apóstolo João na Ilha de Patmos, certamente, acharia o livro do Apocalipse café pequeno perto destas revelações e poder de distribuir unções. Trazem de volta o véu que foi rasgado e o livre acesso a Deus pelo povo e por sua Palavra, se colocam como véu entre Deus e o povo. Fé que fede e obra que cobra. Nunca a igreja, dita evangélica, sofreu tanta afronta espiritual em nome de uma suposta fé. Resta-nos analisar à luz da Palavra que fé e que obras não serão palha no dia do juízo final.

Certamente, a fé é a fé em Cristo Jesus, sua obra redentora e seu poder transformador e as obras, simplesmente, o fruto que revela esta fé. Sem fé é impossível agradar a Deus e, certamente, com esta fé frutos ou obras realmente espirituais são geradas para a honra e glória do Reino de Deus aqui na terra. Que o Espírito Santo de Deus encha sua igreja de discernimento, força, unção e poder para não se calar diante de tais acontecimentos. Diga não, na unção do Espírito Santo, a tudo que vem distorcer, torcer, reverter, intrometer-se na obra que Deus quer fazer através de um povo lavado e remido por seu sangue. Maranata, ora vem Senhor Jesus!

Cláudia Castor Figueira

9 comentários:

  1. Prezada Irmã Cláudia,

    Glorifico o Nome de Jesus por este excelente post!

    Parabéns por suas brilhantes colocações!

    Ainda bem que nada passará impune aos olhos do nosso Deus! Amém!

    Que Deus a abençoe!

    Ricardo
    www.cantini.com.br/blog

    ResponderExcluir
  2. Lendo a esta postagem,me lembrei de uma mensagem que foi enviada a um grupo de pessoas que se diziam cristãs.

    O Espirito Santo de Deus;falou claramente,para que não tratassem os servos do Senhor como se fossem apenas massa.

    A mensagem era bem clara: Não chameis de massa,aqueles por quem Meu Filho Jesus Cristo morreu.

    Jesus morreu para resgatar muito mais que uma massa humana;morreu pelas almas.

    Acontece que Deus tem rejeitado aos arrogantes.

    Estes estão recorrendo a todo tipo de coisas para tentar manter um "status" ao invés de se arrependerem enquanto é tempo.

    Os que servem a Deus estão seguros e em paz,enquanto os gananciosos e irreconciliaveis caem aos mil e dez mil de um lado a outro.

    Quem tem olhos,está vendo.

    ResponderExcluir
  3. Querido Ricardo,
    Deus sempre levantará sua Igreja lavada e remida para proclamar o evangelho puro de Cristo. Obrigado pelo comentário carinhoso. Deus o abençoe,
    Claudia

    ResponderExcluir
  4. Querido e amado irmão Gilson,
    Seu comentário veio acrescentar muito ao que foi dito, nosso Deus tudo vê e conhece e nada passará despercebido perante o Altíssimo. Até lá, nos cabe orar e proclamar o arrependimento a tempo e fora de tempo.
    Cláudia

    ResponderExcluir
  5. Prezados,

    A Paz do Senhor!

    Vigiar e Orar! Nunca houve um tempo tão oportuno para se Vigiar e Orar!

    O Senhor seja com cada um!

    pr. Newton Carpintero
    www.pastornewton.com

    Contra a Falácia da Prosperidade!

    ResponderExcluir
  6. Graça e paz prezado pastor Newton. O povo de Deus nesses últimos tempos está passando por uma crise de identidade, está surgindo uma nova geração de crentes que desconhecem o que é ser um cristão autêntico. O que tem-se apresentado hoje nos púlpitos parece tudo, menos evangelho. Realmente precisamos vigiar e orar para não sermos sucumbidos também por esses erros.
    Fique na paz!
    Pr Silas

    ResponderExcluir
  7. Post maravilhoso! Glória a Deus!

    Eu já ví muitas pessoas, inclusive pastores no púlpito citarem esta passagem em Tiago, onde diz que a "fé sem obras é morta" sem a correta interpretação do texto o que é algo venenoso e absurdo, o que deturpa o verdadeiro sentido do evangelho e leva pessoas a apostasia. Eu não me segurava enquanto não interpelava a pessoa para lhe dizer que a verdadeira fé nunca é morta pois é acompanhada de obras do Espírito Santo, o que não era o caso daquelas pessoas para quem Tiago se dirigia. Muito oportuno e inteligente o título e o conteúdo da mensagem. Parabéns Cláudia. Que Deus ilumine sempre a sua mente.

    Toda honra e toda glória é sempre e somente para Ele.

    Em Cristo.

    Paulo Fagundes.

    ResponderExcluir
  8. Graça e paz Paulo.
    A minha esposa realmente é uma pessoa inteligente e também muito espiritual (rs). Ela agradece as palavras de carinho.
    Fique na Paz!
    Pr. Silas Figueira

    ResponderExcluir